in

RELATÓRIO APONTA FALHAS NO COMBATE AO TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES

Segundo a ONG Traffic, Brasil precisa melhorar, e muito, para contornar a situação

Segundo a ONG Traffic, Brasil precisa melhorar, e muito, para contornar a situação

Mesmo que muito comentado, o tráfico de animais silvestres no Brasil segue como uma grande falha nas tratativas referentes aos crimes ambientais. Neste cenário, um recente relatório divulgado pela ONG Traffic mostrou que o País precisa melhorar, e muito, para contornar a situação.

Segundo as infomações apontadadas pelo documento “Wildlife Trafficking in Brazil” (Tráfico de Vida Selvagem no Brasil, em tradução livre), de autoria de Juliana Machado e Sandra Charity, é de extrema necessidade o desenvolvimento de uma estratégia de combate, inclusive, com um maior foco na coleta e compartilhamento de dados.

“Especialistas em vida selvagem são unânimes em afirmar que a captura descontrolada de animais e plantas para o tráfico tem sérias consequências na biodiversidade do Brasil, na economia nacional, no Estado de Direito e na boa governança. No entanto, os dados existentes raramente são consolidados e, portanto, incapazes de confirmar ou contestar essa percepção”, relata o documento.

Dentre as principais recomendações propostas, estão o desenvolvimento de uma estratégia de combate ao tráfico de animais silvestres e a melhora na qualidade de coleta de dados, gestão e compartilhamento dessas informações entre as instituições. Para as responsáveis, “a má gestão de dados compromete os esforços existentes das já sobrecarregadas forças policiais, além de subestimar o impacto do tráfico de animais”.

“Um círculo vicioso esconde o tráfico ilegal de animais silvestres no Brasil – a falta de dados faz com que as ações de fiscalização e combate sejam relegadas, resultando em menos dados a serem coletados. Em última análise, é um ciclo vicioso que tem impactos graves e duradouros nos esforços locais de conservação, na economia e para o Estado de Direito”, afirmou Juliana Machado.

Para conferir o relatório completo, em inglês, clique aqui.

Fonte: Traffic, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REPRODUÇÃO

CERTIFICADO VETERINÁRIO INTERNACIONAL (CVI) PASSA A SER ACEITO NA ARGENTINA

REPRODUÇÃO

NOVOS GESTORES DO CRMV-MT SÃO EMPOSSADOS PARA CUMPRIR O MANDATO