in

RESGATE: CONFIRA ANTES E DEPOIS DE ANIMAIS VÍTIMAS DE MAUS-TRATOS

Bichos passaram por tratamento médico e ganharam novos lares

O número de maus-tratos aos animais é alto e a repercussão também tem sido grande nos últimos tempos. Entretanto, histórias boas também devem ser compartilhadas, como o resgate destes dez animais que foram amparados por seus novos tutores:

Barkley

O cão Barkley foi resgatado em Chicago pelo Trio Animal Foundation. O animal foi encontrado com apenas quatro quilos, com os pelos emaranhados e diversas feridas graves. Após meses de internação e algum tratamento inicial envolvendo medicação para dor e antibióticos, o pet se recuperou e ganhou um novo lar.

Sam

O cachorro Sam foi abusado por seus tutores originais por anos e foi resgatado pela Wags and Walks, em Los Angeles. Seus ferimentos fizeram a remoção do olho direito ser necessária. Embora sua recuperação tenha sido difícil, ele conseguiu crescer com força e vitalidade.

Opie

O boi Opie foi arrancado com algumas horas de vida de sua mãe e deixado em um curral para morrer. O co-fundador da Farm Sanctuary, Gene Baur, socorreu e cuidou do animal até que ficasse saudável. Opie acabou se tornando o líder do rebanho da Farm Sanctuary, cargo que ocupou no santuário durante 18 anos.

Elliot

O destino do bode Elliot também o levou a ser resgatado pela Farm Sanctuary. O animal escapou de um mercado de carne de animais vivos e foi encaminhado por um policial da região até o santuário. Em questão de dias, Elliot foi levado para uma vida de segurança e liberdade na fazenda Glen Watkins.

Butterscotch

A ave foi resgatada de uma fazenda industrial com outras 199 galinha e também foi encaminhada ao Farm Sanctuary. O animal chegou ao local com um inchaço em seu rosto, coberta de ácaros e parasitas, precisando também ser realizada a remoção de um de seus olhos.

Raju

O animal foi vítima de tortura e foi utilizado para passeios turísticos, alimentando-se apenas de restos de comida dados a ele por transeuntes. Sendo resgatado pela Wildlife SOS apareceu e o salvou. Apesar de um longo processo judicial entre a entidade e o antigo tutor, o juiz que presidiu o caso acabou por conceder a custódia total de Raju à Wildlife SOS.

Frankenberry

A tartaruga marinha Frankenberry foi encaminhada para a equipe de resgate de animais marinhos no New England Aquarium com feridas em ambos os olhos. Depois de ser tratado por algumas semanas com antibióticos e medicação ocular, o animal voltou a enxergar.

Pelicano do Golfo do México

O pelicano foi resgatado do derramamento de óleo BP no Golfo do México em 2010, que matou ou feriu cerca de 82 mil aves e inúmeros outros animais marinhos. O animal foi resgatado pela International Bird Rescue em Louisiana, EUA. Quando o óleo penetra nas penas das aves, elas se separam, o que expõe o pelicano a calor e frio extremos, resultando em hipotermia ou hipertermia.

Para tentar remover o óleo, o pássaro limpa as penas com seu bico ingerindo produtos químicos à base de petróleo que podem causar severos estragos em seus sistemas digestivos.

Mr. Biscuits

O gato Mr. Biscuits sofreu queimaduras graves e poderia até ter pegado fogo ao se abrigar no motor do carro. O motorista notou que algo estava acontecendo com o volante, e parou para verificar. O Grannie Project, um abrigo dedicado a salvar gatos, na região sudeste da Pensilvânia, EUA, abriu uma exceção para o Sr. Biscuit, já que geralmente eles só aceitam animais idosos, e deu a ele o tratamento médico de que precisava.

Meliha

A gata Meliha passou por uma infecção ocular que fez seus olhos incharem e saírem das órbitas. O animal foi resgatado e foi dado início ao tratamento, que previa a remoção dos olhos. No entanto, ao longo de semanas tratando seus olhos com colírios e pomadas, os olhos de Meliha ficaram melhores e a cirurgia se tornou desnecessária.

Fonte: Catraca Livre, adaptado pela equipe Cães&Gatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BRAVECTO, DA MSD, PARTICIPA DA AÇÃO #CHAPOLINCHALLENGE

PROJETO SOCIAL AJUDA ANIMAIS QUE VIVEM EM ALDEIAS INDÍGENAS EM SP