Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Saúde mental dos pets também merece atenção

Cuidado assegura uma vida longa e feliz aos animais
Por Equipe Cães&Gatos
Happy black couple playing with their happy pet at home
Por Equipe Cães&Gatos

Com tantos pets no Brasil – são mais de 68 milhões, segundo levantamento recente realizado pela Euromonitor – se torna importante debater sobre o bem-estar e saúde mental dos animais. A conscientização sobre o cuidado holístico dos animais é fundamental para assegurar uma vida longa e feliz para eles.

E como janeiro é o mês da conscientização sobre o bem-estar e a saúde mental, é importante falar sobre como os animais são, muitas vezes, negligenciados neste aspecto. “É essencial conscientizar as pessoas sobre a importância de cuidar do bem-estar e da saúde mental dos animais, para que recebam os cuidados adequados, tenham uma vida saudável e sejam tratados com dignidade e respeito. Além disso, a conscientização pode ajudar a promover a adoção responsável e a prevenir situações de abuso e maus tratos”, afirma a médica-veterinária Ana Iris Batista.

E soluções para isso não faltam, desde profissionais da área da saúde especializados em doenças específicas e crônicas para pets, como oftalmo, psicólogos e oncologistas, passando por planos de saúde, alimentação natural e dispositivos que elevam a qualidade de vida dos amados bichinhos. 

Mas, apesar do grande volume da população pet, Ana Iris aponta que ainda há muitos desafios em relação aos cuidados dos tutores em relação ao bem-estar de seus pets. “Falta de cuidados adequados, e sobra de maus tratos, abandono, solidão, ansiedade, estresse e falta de estimulação mental. Para mudar isso, é preciso investir em alimentação adequada, exercícios regulares, estimulação mental, companhia, visitas regulares ao veterinário e atenção às necessidades emocionais do animal”, pontua.

Young woman playing dog
Essa você já sabe: exercícios regulares são fundamentais para que o cão possa se manter ativo e estimulado (Foto: reprodução)

Que tal fazer algo sobre isso aí, com seu animalzinho? Algumas dicas podem ajudar nessa missão. Uma delas é estabelecer rotinas conscientes: manter uma rotina diária proporciona estabilidade e segurança aos animais de estimação. Isso inclui horários regulares de alimentação, passeios e momentos de brincadeira.

Também é bacana envolver seus pets em atividades que estimulem suas mentes, como brinquedos interativos, quebra-cabeças para animais de estimação e treinamento regular. Isso ajuda a prevenir o tédio e a ansiedade.

Outra dica é apostar em exercícios regulares, que são essenciais para o bem-estar físico e mental dos animais. Passeios diários, sessões de brincadeiras e tempo ao ar livre são ótimas maneiras de manter seus pets ativos.

Criar um ambiente seguro e confortável para seus animais de estimação também auxilia e muito na saúde mental deles. Forneça áreas tranquilas para descanso, considere a utilização de camas confortáveis e mantenha seus espaços livres de estresse.

Animais são sociais por natureza. Por isso, evite deixar seu pet sozinho por longos períodos. Se necessário, busque a companhia de outros animais de estimação ou considere serviços de cuidadores.

Uma dieta balanceada também contribui para a saúde física e mental dos animais. Consulte o veterinário para garantir que a alimentação atenda às necessidades específicas de seu pet. E, aliado a isso, cada fase o seu pet tem necessidades físicas e mentais específicas, que o médico veterinário irá lhe orientar. Além disso, há uma série de vacinas que devem ser tomadas, para além das campanhas públicas de vacinação.

A médica-veterinária destaca que um mito comum sobre o bem-estar e saúde mental dos animais é que eles não possuem emoções ou necessidades emocionais, o que é completamente falso. “Os animais têm sim sentimentos e necessitam de cuidados emocionais. E os tutores devem estar atentos a sinais como mudanças no comportamento, falta de apetite, isolamento, agressividade, apatia, entre outros. Estes podem indicar problemas de saúde mental nos animais”, afirma.

Fonte: Assessoria de Imprensa, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

O que é e para que serve a “pelanquinha” na barriga dos gatos?

Cão mais velho do mundo tem título suspenso no Guinness 

Quais os aspectos importantes para um emagrecimento saudável de cães?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!