Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Seresto auxilia no diagnóstico de doenças de pele de origem alérgica em cães

Por Equipe Cães&Gatos
cachorro alergia
Por Equipe Cães&Gatos

Estudo demonstrou que o mecanismo de ação de Seresto é importante ferramenta na triagem diagnóstica do cão com suspeita de dermatite alérgica à picada de ectoparasitas (DAPE), proporcionando mais agilidade no diagnóstico das dermatopatias alérgicas, doenças que podem acometer até 15% dos cães

Seresto age por contato, elimina pulgas e carrapatos sem que seja necessário que esses parasita piquem o animal (Foto: Divulgação)

Um estudo supervisionado pelo médico-veterinário Dr. Ronaldo Lucas, profissional referência em dermatologia veterinária, avaliou os dados de 40 cães e constatou que o uso da coleira parasiticida Seresto, fabricada pela Elanco Saúde Animal, pode ser uma importante ferramenta auxiliar no diagnóstico da dermatite atópica, conhecida como atopia.

“É um desafio identificar as causas de uma alergia, especialmente em cães e gatos”, afirma Tatiana L. R. Pavan, médica-veterinária e Consultora Técnica da Elanco Saúde Animal. “Para o diagnóstico da dermatite atópica, por exemplo, é necessário excluir algumas possibilidades, como picadas de parasitas e reações adversas alimentares. Este processo leva tempo, pois é necessário trabalhar com eliminação de hipóteses”, completa.

Estudos indicam que a atopia pode acometer cerca de 15% da população canina. No entanto, para que se confirme o diagnóstico, deve-se afastar a possibilidade de o paciente apresentar dermatite alérgica decorrente da picada de ectoparasitas (DAPE) e reações adversas alimentares.

Como a Seresto age por contato, elimina pulgas e carrapatos sem que seja necessário que esses parasitas piquem o animal. Assim, é possível chegar com mais assertividade ao diagnóstico, diminuindo a possibilidade de o processo alérgico ser decorrente de DAPE.

De acordo com Dr. Ronaldo, Seresto é efetiva no controle de pulgas e carrapatos, que causam quadros pruriginosos em cães, como a DAPE. “Os responsáveis demonstram maior comprometimento com o uso da coleira em comparação com o produto SpotOn”, afirma Dr Ronaldo.

“Seresto tem um mecanismo de ação exclusivo. Após a colocação, os princípios ativos passam a ser distribuídos pela pele, pelos e camada lipídica do animal, sem absorção sistêmica. A liberação é lenta e controlada. Ao entrar em contato com a superfície corpórea do animal tratado, os parasitas sofrem os efeitos dos ativos ali presentes e são eliminados. A liberação gradual e a não absorção sistêmica são alguns dos atributos da coleira que proporcionam muita segurança ao animal”, explica Tatiana.

O estudo

Os benefícios de Seresto no controle de pulgas e carrapatos e consequentemente na melhora da DAPE foram constatados em um estudo multicêntrico e randomizado supervisionado pelo Dr. Ronaldo Lucas. Foram avaliados dados de 40 cães, de diversos portes e raças, com queixa de prurido e diagnóstico clínico de DAPE. Destes, 20 cães foram encoleirados com Seresto e 20 receberam aplicações quinzenais de fipronil (antipulgas SpotOn — com intervalo de aplicação reduzido à metade quando considerados os 30 dias indicados na bula do produto).

Animais e responsáveis foram recebidos em retorno após 30, 60, 90 e 120 dias de tratamento, quando as lesões e o prurido foram reavaliados. Nesse período, proibiu-se o uso de anti-inflamatório esteroidal, de qualquer tratamento parasiticida concomitante ao indicado e de banhos com shampoos terapêuticos diferentes dos prescritos pelos investigadores.

Os dois parasiticidas levaram a uma redução no nível de prurido percebido pelos responsáveis. A melhora do quadro clínico dos pacientes foi evidente já nos primeiros 30 dias após o uso de ambos os produtos. No último retorno, 75% dos animais do grupo fipronil e 80% dos animais do grupo Seresto™ já apresentavam melhora clínica acima de 75%, revelando novamente a efetividade dos protocolos.

“É necessário avaliarmos, também, que a efetividade e eficácia de Seresto são ainda maiores devido à sua praticidade, já que basta a colocação de uma coleira para ter até 8 meses de proteção contra pulgas e carrapatos, sem necessidade de reaplicações nesse período e reduzindo o risco de falhas na proteção, que comprometem o tratamento. A prolongada ação de Seresto proporciona, ainda, um excelente custo-benefício, pois dispensa as reaplicações frequentes”, ressalta Roberta Paiva, gerente de marketing da linha de parasiticidas da Elanco Saúde Animal.

“Este estudo vai ao encontro do compromisso da Elanco de ajudar a conquistar, até 2030, a marca de 100 milhões de pets mais saudáveis. Contribuir com a saúde animal é contribuir com o bem-estar das pessoas. Faz parte do nosso Pet Pledge, dentro do nosso Healthy PurposeTM, lista de compromissos alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU”, completa Roberta.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinário que atua com animais silvestres fala sobre as calopsitas e seu comportamento

Investimento em treinamento de cães e operadores reforça segurança do País

Vetnil já recebe indicações para Prêmio Veterinário do Ano Vetnil Anclivepa Brasil 2022

Compartilhe este artigo agora no