Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Tecnologia e inovação beneficiam o mercado de saúde animal

Empresas como a MSD Saúde Animal aplicam esses recursos para desenvolver soluções 
Por Equipe Cães&Gatos
prevenção à leishmaniose
Por Equipe Cães&Gatos

As tecnologias e a inovação têm ganhado cada vez mais espaço na sociedade, e isso não é diferente do setor de saúde animal. As empresas desenvolvem tecnologias para assegurar a sanidade e o bem-estar dos animais de produção no campo e para os cuidados com os pets. A MSD Saúde Animal é uma das pioneiras nessa jornada e, nos últimos anos, tem focado em ser mais que uma companhia que desenvolve medicamentos e vacinas, para também oferecer soluções e serviços tecnológicos. 

Com investimentos significativos nessa área de tecnologia, permitiu à empresa ter acesso e oferecer novas soluções como acessórios de identificação, rastreabilidade e monitoramento de dados, nos últimos três anos. No entanto, a inovação dentro da companhia vai além, trazendo também produtos inovadores como a única e primeira insulina do mercado pet, a vacinação sem agulhas e a primeira a única vacina para controle de Lawsonia via injetável; a tecnologia exclusiva de Sphereon em avicultura; a primeira e única vacina para Irido em Tilápias e único antipulgas e carrapatos com duração de até doze semanas.

Com esses investimentos, o mercado se desenvolve e se prepara para uma nova era, em que não só a tecnologia, mas produtores inovadores chegam para mudar o conceito de sanidade e bem-estar para os rebanhos e tratar cada animal individualmente, incluindo os pets. É assim que a inovação está chegando no setor saúde animal.

“Falando em inovação, mais especificamente em tecnologia, esses produtos tecnológicos já representam cerca de R$ 100 milhões em um total de quase R$ 2 bilhões de receita da companhia no Brasil. Estamos nessa jornada desde 2020 e desde então realizamos aquisições de empresas de tecnologia para os mercados de pecuária, suinocultura, aquicultura e pet. Nossa jornada nesse sentido continua, afinal, acreditamos muito que o uso da tecnologia e dedos vai gerar ainda mais impacto transformacional na saúde, bem-estar e produtividade animal, o que beneficiará ainda mais a produção, cuidado com o meio ambiente e a saúde dos animais e das pessoas”, explica Delair Bolis, presidente da MSD Saúde Animal.

“Petnologia” já é uma realidade (Foto: reprodução)

Em animais de estimação, no final de 2021, a farmacêutica animal trouxe ao Brasil uma linha inovadora exclusiva para os animais de estimação, a Sure PetCare. São vários os produtos para cães e gatos que mudam o jeito de cuidar dos pets, com monitoramento de dados para mapear seus hábitos e comportamentos ao longo do dia, a tecnologia pode revelar, por exemplo, quando e quanto os pets comem e a entrada e saída dentro de casa. “A Petnologia, como chamamos a tecnologia atrelada aos cuidados pet, já é realidade”, diz Bolis.

A inovação além da tecnologia

Não podemos dizer que inovação é sinônimo de tecnologia. A inovação vai além e isso se dá, por exemplo, também por desenvolvimento de novos produtos e pela forma como as empresas adotam ou não essa tecnologia. São ferramentas que não seriamente transformarão as organizações e processos sozinhas. Isso somente vai acontecer se as pessoas forem muito treinadas, engajadas e empoderadas para essa transformação. É o que a MSD Saúde Animal faz, com a criação o ano 2020 de uma área chamada Estratégia & Inovação que lidera a jornada ambidextra interna e externa da empresa. O DNA é de inovação e acreditam na ciência da prevenção para animais mais saudáveis, por meio de imunizantes há mais 20 anos.

Em 2003, a empresa apresentava ao mercado de suinocultura um novo jeito de vacinar nas granjas: o sistema IDAL, tecnologia que eliminou o uso de agulhas na vacinação contra cinco importantes doenças que ocorrem na suinocultura mundial: Pneumonia Enzoótica, Circovirose dos Suínos, Doença de Aujeszky e PRRS (duas variantes). Lançado em 2018, no Brasil, atualmente de cada 10 suínos vacinados, 2 já são com o sistema exclusivo IDAL, além de entregar às granjas um certificado de boas práticas e por promover a saúde, o bem-estar e a melhoria do trabalho no campo.

No setor de animais de companhia, a inovação chegou há muito tempo, antes das tecnologias, os tutores e veterinários de pet tiveram acesso à primeira e única caneta de insulina para animais diabéticos e um antipulgas e carrapatos com proteção de até doze semanas.

veterinário e a saúde única

Inovação tecnológica vai contribuir com os negócios e sustentabilidade, melhorar a qualidade do alimento e também a saúde e o bem-estar dos animais e das pessoas (Foto: reprodução)

A inovação tecnológica vai contribuir com os negócios e sustentabilidade, melhorar a qualidade do alimento e também a saúde e o bem-estar dos animais e das pessoas. Isso também vai refletir na economia do país. “No setor de animais de produção, por exemplo, com acesso a dados, melhoramos a informação e produção, aumentamos a transparência por meio da rastreabilidade e o Brasil tem uma garantia melhor do produto que oferece, o que proporciona ao setor brasileiro a entrada em novos mercados e consolidação para atender às demandas de exportações”, comenta Bolis.

O presidente da MSD Saúde Animal também conta sobre a importância de se democratizar essas soluções. “Não é só falar, mas colocar em prática e, para isso, é preciso que todos tenham acesso a essas inovações. Ao incluir novas tecnologias no que fazemos, precisamos tornar esses produtos e serviços acessíveis e é nisso que estamos trabalhando também”, finaliza Bolis.

Fonte: MSD Saúde Animal, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Cães-guia também participam do carnaval

O desafio de deixar o cachorro sozinho em casa

Qual era o papel dos cachorros na era medieval?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!