in

TERCEIRO DIA DO CONGRESSO DA SPMV, NA PSA, OFERECE PALESTRAS DE CARDIOLOGIA E OUTROS TEMAS

Assuntos também estão reportados em edições da Revista Cães&Gatos VET FOOD

Assuntos também estão reportados em edições da Revista Cães&Gatos VET FOOD

O Congresso Paulista de Especialidades, que acontece em paralelo à Pet South America (PSA), a Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Linha Pet e Veterinária, acontece entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro. O evento é organizado pela Sociedade Paulista de Medicina Veterinária (SPMV, São Paulo/SP) e irá oferecer aos participantes um encontro com conteúdo qualificado sobre diversas especialidades integrantes da Medicina Veterinária. 

No dia 1º de setembro, o público presente poderá desfrutar de diversas palestras nacionais e internacionais. Entre as temáticas, estão oncologia, cardiologia, oftalmologia, reprodução, entre outras. Um dos assuntos a serem abordados é o tratamento do Hiperadrenocorticismo (HAC), que será ministrado pelo Prof. Dr. Alan Poppi. O tema foi discutido na edição nº 201 da Revista Cães&Gatos VET FOOD, no relato de caso “Em favor da sobrevida”. A publicação mostra que o HAC é um distúrbio associado às altas taxas de glicocorticóides no organismo. Entre as doenças endócrinas acometidas em cães, essa é a mais comum e, em sua maioria, acomete animais de meia idade e idosos.

Haverá, ainda, uma discussão sobre “Convulsão: o básico para atender, equilibrar e encaminhar bem o paciente para o neurologista”, realizada pela médica-veterinária Mirela Ribeiro Verdugo. No artigo “Reconhecendo uma emergência desde a recepção”, da edição nº 195, da Revista Cães&Gatos VET FOOD, os leitores podem encontrar alguns conhecimentos básicos que salvam vidas de pets e que independe da área de atuação. Entre as possíveis emergências é a convulsão e o material traz algumas dicas para o reconhecimento de pacientes potencialmente críticos.

Conjuntivite em felinos também faz parte da grade do dia 1º de setembro. No artigo publicado na Cães&Gatos da edição 193, “É preciso cuidado! Eles estão susceptíveis”, é descrita uma enfermidade comum na espécie felina, que é a Doença Resperatória Superior, frequentemente observada durante a rotina clínica. No material, é possível descobrir que existem diferentes causas de doenças do trato respiratório alto e cada uma possui característica única. Algumas viroses que integram o complexo respiratório dos animais costumam causar alterações em trato respiratório alto, ulceração oral e conjuntivite.

Além destes assuntos, a programação do evento trará outros assuntos com diferentes abordagens. Clique aqui e confira o cronograma completo. A parceria estabelecida com a Revista Cães&Gatos VET FOOD renderá coberturas on e off-line do encontro, que serão publicadas no portal de notícias e fanpage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ASSIM COMO NA MEDICINA HUMANA, A VETERINÁRIA TAMBÉM BUSCA TRATAMENTOS PARA A LEISHMANIOSE

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE RIBEIRÃO PRETO (SP) RECEBE EQUIPE TÉCNICA DA TOTAL ALIMENTOS