in

TOSA ESTILO ASIÁTICO É TEMA DE WORKSHOP EM SOROCABA (SP)

“Asian free style” surgiu na Ásia, mais precisamente no extremo oriente do continente

“Asian free style” surgiu na Ásia, mais precisamente no extremo oriente do continente

Tendência do continente asiático, a tosa oriental “Asian Free Style”, ou estilo livre asiático, também está virando febre no Brasil. Para aperfeiçoar os profissionais da área, a UAU Escola de Estética Animal (Sorocaba/SP) recebe a especialista Nêmora Hoff para um workshop demonstrativo e prático sobre o assunto, nos dias 04 e 05 de setembro, a partir das 8h30. 

De acordo com Nêmora, muitos tosadores têm a dificuldade de fazer a cabeça dos pets, principalmente os iniciantes que, pelo receio de cortar demais os pelos, acabam deixando as cabeças grandes. “Até tosadores mais experientes apresentam certa dificuldade em fazer um corte harmonioso, por não terem bem definidas as linhas corretas que devem aplicar”, explica a profissional. 

Por isso, o objetivo do curso é mostrar a construção de uma boa cabeça junto com técnicas que permitam aos interessados aprender linhas simples e corretas. “Também gosto de ensinar o treinamento do olho, para que possam discernir em que ponto uma linha pode ser melhor aplicada para que o resultado seja harmonioso”, completa. 

O “Asian free style” surgiu na Ásia, mais precisamente no extremo oriente do continente, China, Japão e Coreias. A especialista Nêmora conta que a ideia era transformar o cão, principalmente os de pelos longos e pequeno porte, como Poodle Toy, Shin tzu, Yorkshire e Maltês, em bonecos de mangá. “Os mangás logo se popularizaram por toda a região e ganharam o mundo. O estilo asiático em cães seguiu a mesma linha de sucesso”, informa. 

Para Nêmora, um tosador que surpreende os clientes com seus conhecimentos é o fator chave da automotivação. Aperfeiçoamento e atualização são processos contínuos na vida de um bom profissional. “Quanto mais o tosador aprende, mais ele se torna exigente com seus resultados, percebendo que tem muito ainda para aprender”, ressalta.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PROFISSIONAL EXPLICA COMO FUNCIONAM OS MICROCHIPS DE IDENTIFICAÇÃO PARA PETS

CRIAR TRABALHOS É UMA FORMA DE DESCRUZAR OS BRAÇOS EM TEMPOS DE CRISE