Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

TUTORES OFERECEM MAIS COMIDA QUE O NECESSÁRIO AO PETS, AFIRMA ESTUDO

Por Equipe Cães&Gatos
Por Equipe Cães&Gatos

O ato de comer é considerado por muitos, o maior prazer da vida, o que se for realizado de modo irresponsável e sem a dosagem correta pode ocasionar em sérios problemas de saúde, assim como para os pets também. Segundo estudo realizado pela empresa Sure Petcare, cerca de três a cada quatro tutores (72%) alimentam em excesso os animais de companhia.

O estudo voltado para hábitos alimentares, exercício e comportamento pet, contou com 500 cuidadores de cães e gatos do Reino Unido. Entre as revelações, o estudo cita que 44% dos tutores já flagraram o animal comendo de outras tigelas, e que 64% admitem nunca ter usado o medidor de comida para dosar as refeições dos animais.

A falta de dosagem na hora de ofertar a alimentação aos cães e gatos é comumente ligada às causas da obesidade animal, assim como explicaram Daniela Ramos e Viviani de Marco ao portal. De acordo com uma pesquisa recente, realizada por veterinários do Reino Unido, 46% dos cães e 34% dos gatos apresentavam excesso de peso ou são obesos.

Para o veterinário e diretor-geral da Sure Petcare, David Hallas, “Há razões diferentes para que os animais de estimação engordem. Encorajamos os proprietários a tratar os seus animais de estimação como se fossem um membro da sua própria família, medindo e analisando o que comem e garantindo que fazem exercício físico regular e de boa qualidade, em quantidade suficiente”, explicou, em entrevista à publicação espanhola Animal’s Health.

Ainda segundo a pesquisa, 45% dos tutores não sabem o peso atual dos seus animais de estimação, que 35% não conhecem a quantidade recomendada para o animal em função do peso e raça, e apenas 15% admitiram que não os exercitam diariamente.

Por fim, o estudo também deixa claro que 13% dos entrevistados afirmaram que o animal de estimação sofria de problemas de saúde relacionados ao peso, como joelhos danificados por excesso de peso, pancreatite e problemas renais. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Compartilhe este artigo agora no