in

UNIVERSIDADES DO MARANHÃO E DO MATO GROSSO ADEREM A PROJETO DE ENSINO DO CFMV

A estratégia é melhorar a formação de médicos-veterinários no Brasil

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA, São Luís/MA) é a mais nova Instituição de Ensino Superior a aderir ao Projeto Estratégias de Ensino-aprendizagem, do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV, Brasília/DF). O acordo de cooperação técnica foi divulgado em 13 de maio, no Diário Oficial da União.

A diretora do Centro de Ciências Agrárias da instituição em que está inserido o curso de Medicina Veterinária, Francisca Neide Costa, destaca que, até o momento, existem poucas atividades do curso que fazem treinamentos pedagógicos e trabalham as metodologias humanísticas. “Estão todos com grandes expectativas para o início do Projeto e alguns professores que ministram áreas mais básicas, como anatomia e patologia, já se voluntariaram a participar do grupo gestor”, diz a profissional que acredita que o mercado de trabalho da profissão não é mais visto apenas pelo conhecimento técnico, mas exige também habilidades diferenciadas.

Também em maio, foi realizada uma visita do CFMV à Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT, Cuiabá/MT), campus de Sinop, com o objetivo de fazer o acompanhamento do Projeto na instituição. A professora de Medicina Veterinária da UFMT e integrante da equipe gestora do Projeto Estratégias de Ensino, Elaine Dione da Conceição, vê na iniciativa uma oportunidade de operacionalizar necessidades que as IES apresentam e não sabem como resolver. “Vejo que o principal, em um primeiro momento, é sensibilizar para o que precisamos, para, em seguida, pensar de que forma podemos alcançar as soluções”, opina.

“Uma luz no fim do túnel” é como a também professora e integrante da equipe gestora do projeto na UFMT, Lorena Resende, enxerga a parceria, que acredita ser capaz de oferecer novas formas de abordagem aos professores e sanar deficiências de formação que existem no país. “É um norte para que a formação dos futuros médicos-veterinários possa agregar às atividades de ensino uma visão humanística. Assim, esses profissionais poderão formar equipes de trabalho mais harmônicas e ter mais eficiência em suas atividades”, finaliza.

Fonte: CFMV, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CÃES&GATOS EM CURSO: REBECA CHEN TRANSFERE PARA A PRÁTICA DOS ESTUDOS UMA VELHA PAIXÃO

CÃES&GATOS EM CURSO: ANE MAGI USA A MEDICINA VETERINÁRIA PARA RETRIBUIR O BEM AOS ANIMAIS