in

“URSA MAIS TRISTE DO MUNDO” É TRANSFERIDA PARA SANTUÁRIO EM SÃO PAULO

Animal deixará os 40 graus do Piauí transportada em avião da Força Aérea

Uma equipe formada por biólogos, médicos-veterinários e ativistas chegaram, por volta das 12h de hoje (21), no Parque Zoobotânico em Teresina (PI) para a transferência da ursa Marsha. A “ursa mais triste do mundo”, como ficou conhecida durante mobilização nacional, deixará o calor de 40 graus do Piauí para viver em santuário no Estado de São Paulo. 

O caso da ursa Marsha ganhou repercussão em novembro do ano passado, quando uma petição on-line pedia a transferência dela, alegando que a permanência do animal no Piauí seria prejudicial à sua saúde devido às altas temperaturas. O movimento ganhou adesão de artistas nacionais. 

ursatriste

Ursa vai passar por um processo de adaptaçãono ambiente novo (Foto: reprodução)

Na época, a Justiça permitiu a transferência, mas uma decisão seguinte suspendeu o processo até ter a certeza de que a ursa suportaria a viagem. Em agosto deste ano, especialistas da Associação Brasileira de Zoológicos (SZB, Pomerode/SC) confirmaram a possibilidade da mudança do animal. 

De acordo com o veterinário Alexandre Clark, o transporte será realizado pelo Instituto Ambiental Luisa Mell (São Paulo/SP), em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), dentro de uma jaula especial climatizada. A ursa fará a viagem acordada e sem uso de sedativo. “Vamos atrair ela para a troca da jaula, onde fará a viagem. Evitamos dar sedativos à Marsha, por conta de sua idade. A ursa vai passar por um processo de adaptação no ambiente novo”, disse o veterinário. 

Para a transferência, o animal foi alimentado com uma quantidade pequena de comida nesta manhã, para evitar problemas durante o transporte. Ela receberá alimentos, novamente, apenas quando chegar ao destino. 

Ao chegar no aeroporto de São Paulo (SP), a ursa ainda terá mais de três horas de estrada até o Rancho dos Gnomos, em Joanópolis (SP). Marsha será o primeiro urso do santuário, que tem 27 anos e abriga 25 mil animais resgatados. Ela ficará em recinto provisório com piscina e caverna, ao lado de uma onça, até a construção de um lar definitivo por meio de doações. 

Perfil da Ursa. A Ursa Marsha viveu 25 anos no circo e, há sete anos, foi resgatada com mais três ursos, que viveram no zoológico até morrer. Ela foi apreendida em Caxias (MA) e doada ao parque de Teresina, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama, Brasília/DF). 

Diariamente, ela come 15 quilos de frutas e verduras e, três vezes por semana, se alimenta de carne. Durante o período em que viveu no circo, a ursa foi acostumada a se alimentar de ração de cão. De acordo com o veterinário, eles ainda ofereciam a ração para poder atraí-la de um recinto para outro. 

Fonte: G1 Piauí, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CORES DAS GENGIVAS DE ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PODEM INDICAR DOENÇAS

INSETOS PODEM SER SOLUÇÃO PARA OBESIDADE E DESNUTRIÇÃO, DIZ PESQUISA