in

VETERINÁRIA DÁ DICAS DE COMO PROTEGER PETS DO BARULHO DOS FOGOS

Algumas providências são essenciais para manter os animais tranquilos

Em algumas cidades brasileiras, já foram sancionadas leis que têm por objetivo proibir a queima de fogos, especialmente rojões. No entanto, o uso dos elementos pirotécnicos ainda é comum em grande parte dos Estados. Para muitas pessoas, os shows de luzes simbolizam alegria e diversão, mas, para os animais, o barulho traz muita agitação, incômodos e ansiedade, já que o ouvido dos cães e gatos é mais sensível quando comparado ao dos humanos. 

Segundo a médica-veterinária clínica geral da AmahVet, Adriana Souza dos Santos, algumas técnicas, como o adestramento ou o uso de terapêuticos – como os florais -, podem ajudar a aliviar esse estresse. “Para isso, no entanto, é recomendado uma consulta com um profissional que indicará o melhor tratamento para cada animal”, explica a veterinária, acrescentando, ainda, que o efeito pode não ser imediato e que é preciso se programar com antecedência caso os episódios de ansiedade no animal sejam recorrentes nesta época.

Para aliviar o desconforto na noite de réveillon, a especialista separou algumas dicas:

Coloque o animal de estimação no cômodo da casa que tenha menos barulho momentos antes da queima de fogos e lembre-se de o libertar assim que o barulho cessar;

Quem tem gato deve tomar maior cuidado com espaços entre os móveis, sofás articulados, baús, ou qualquer espaço onde o felino possa ficar preso ao tentar se esconder, já que é algo que costumam fazer em situações de insegurança;

Verifique se não há rotas de fuga no local onde o pet ficará;

Não deixe o cão ou gato preso em correntes ou trancado em caixas de transporte, pois eles podem entrar em pânico e se machucarem ao tentar se libertar;

Mantenha portas e janelas fechadas até que a queima de fogos termine, isso ajuda a evitar que o animal fuja ou se perca;

Quem mora em apartamento deve verificar se as telas de proteção não estão danificadas. O ideal é fazer isso dias antes, para dar tempo de fazer os reparos caso necessário;

Com delicadeza, coloque algodão parafinado (hidrófobo) no ouvido do seu pet somente minutos antes do barulho e retire quando terminar a comemoração;

Existem, também, fones de ouvido e protetores de orelha próprios para cachorros;

Há um método canadense que consiste em atar o cão com um pano para que a circulação sanguínea do corpo do animal seja estimulada, diminuindo, assim, as tensões e a irritabilidade. Informe-se com o veterinário sobre como fazer isso sem machucar o seu bichinho;

“Por fim, coloque uma música suave e faça companhia ao pet, pois isso transmite segurança e ameniza o susto com os ruídos”, orienta.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PUBLICITÁRIA CRIA GUIA COMPLETO PARA LIDAR COM A ROTINA DOS CÃES

ELANCO SAÚDE ANIMAL DÁ DICAS PARA PROTEGER PETS DE PULGAS E CARRAPATOS