Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Antes adotado como cachorro, lobo-guará vive rotina ideal

Resgatado, animal desfruta de ambiente natural no Bioparque Zoo Pomerode
Por Equipe Cães&Gatos
Foto-047-2023--Lobo-guara-Bioparque-Zoo-Pomerode---3--menor
Por Equipe Cães&Gatos

Dócil e parecido com um filhotinho de cachorro, um lobo-guará foi encontrado sozinho, em uma rua de Monte Santo de Minas (MG). Uma família ficou encantada com o fofo animalzinho e o adotou. A convivência durou quatro meses, mas ele cresceu e as características físicas predominantes do lobo-guará apareceram. 

“Como ele foi criado sob cuidados humanos desde muito jovem, ele se adaptou a esses cuidados, tornando arriscado seu retorno para a natureza por não saber como se defender e buscar alimento”, explica a bióloga do Bioparque Zoo Pomerodea, Geórgia Backes.

Como no Brasil não é permitido manter animais silvestres como pets, em novembro de 2022, ele foi resgatado pelos órgãos ambientais e acolhido pelo Bioparque Zoo Pomerode, que há 91 anos é modelo nacional no tratamento de espécies ameaçadas.

Animal vive em habitat ideal para seu desenvolvimento (Foto: divulgação)

Brincalhão e curioso, hoje ele desfruta de um ambiente e uma rotina ideais para a sua espécie. Quase um ano depois,, ele se desenvolve de forma saudável e está em ótimo estado de saúde.

“Já está adaptado ao habitat, à rotina e à fêmea que divide o recinto com ele. Já observamos diversas vezes eles interagindo de forma positiva”, afirma Geórgia Backes. A equipe estima que ele tenha completado seu primeiro ano de vida em agosto de 2023: “Ele ainda não pode ser considerado um adulto. O macho dessa espécie atinge a maturidade sexual próximo aos dois anos”.

Além de viver em um habitat ideal para o seu desenvolvimento e interagir com outra da sua espécie, o lobo-guará conta com uma alimentação essencial para o seu crescimento saudável. “Ele é um animal onívoro, então ofertamos três vezes ao dia carne vermelha, frango, ovo cozido, ração, maçã, manga, banana e mamão”, explica a bióloga. 

O lobinho também conta com diversas atividades de interação, chamadas de enriquecimento, onde recebe objetos, caixas e materiais com diferentes texturas e odores, que o fazem estimular seus instintos. Ele também participa do programa de condicionamento, que trabalha técnicas para que o animal coopere com ações de medicina preventiva, através de reforços positivos. 

Fonte: Bioparque Zoo Pomerode, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

CRMV-RS doa 200 microchips para a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura

Ibama envia veterinários para atender botos no Amazonas

Animais selvagens temem mais os humanos que os leões

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!