Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Cães-guia também participam do carnaval

Saiba como se comportar ao encontrar um cão-guia nos blocos
Por Equipe Cães&Gatos
cao-guia-ajudando-cegos-na-cidade-bonitao-cego-descanse-com-o-golden-retriever-na-cidade
Por Equipe Cães&Gatos

Quando chega o carnaval, o Brasil automaticamente entra em movimento. Pessoas se locomovem para curtir a maior festa do país, viajando para outros lugares ou dentro da própria cidade. A procura por ônibus, metrôs, carros que atendem por aplicativos, cresce. Bares, restaurantes, bloquinhos de rua recebem milhares de pessoas. 

Em uma das épocas em que mais se viaja, onde as pessoas circulam pelas ruas, bares e restaurantes, é importante lembrar como se deve agir se encontrar um cão-guia ou um cão em processo de socialização. De certa forma, eles também participam dessa festa.

Toda essa circulação faz com que estejamos ainda mais atentos a algumas normas de comportamento que devemos ter sempre que encontramos um cão-guia ou um cão em socialização. 

Quando o cão estiver com o arreio/peitoral marrom sobre ele ou com um colete amarelo, significa que ele está a trabalho. Logo, não interaja! (Foto: divulgação)

Quando o cão estiver com o arreio/peitoral (equipamento marrom) sobre ele ou com um colete amarelo – identificação do cão em socialização –, significa que ele está a trabalho. Nessas condições, é importante não interagir com ele. Caso precise e seja necessário, fale com o tutor;

A alimentação dos cães acontece em horários determinados e com uma ração específica. Por isso, é fundamental que não ofereça nenhum tipo de guloseima, nem mesmo petiscos próprios para cães;

Somente o usuário ou a família socializadora podem dar comandos ou ordens ao cão;

Como todo cão, os cães-guias e os cães em socialização adoram brincar, mas não podem ser distraídos quando estiverem trabalhando,  Lembre-se: eles estão ali para conduzir uma pessoa com deficiência visual ou aprendendo a se portar como tal; 

Por mais que eles amem receber carinho quando não estão trabalhando, eles também precisam descansar. Se quiser fazer um agrado, pergunte antes para o tutor se é o momento adequado;

Outro fator que pode interferir no trabalho do cão-guia ou do cão em socialização – e que deve ser evitado – é a tentativa de segurar o equipamento ou a guia do cão. Deixe esses instrumentos por conta do usuário ou da família socializadora;

Se você é comerciante, lembre-se de que o cão-guia, seja ele formado, em socialização ou em treinamento, tem o direito garantido por lei de ingressar e permanecer em todos os locais públicos ou privados de uso coletivo (Lei Federal 11.126/2005, regulamentada pelo Decreto 5.904/2006). 

Fonte: Instituto Adimax, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Doença periodontal afeta 85% dos cães e gatos

Cassar habilitação de quem abandona animais: funcionaria no Brasil?

São Paulo lança ferramenta para localizar pontos de atendimento às vítimas de animais peçonhentos 

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!