in ,

Campanha Meu Gato no Vet destaca importância do acompanhamento veterinário

Edição de 2021 da campanha conta com apoio da Turma da Mônica

Atenta às necessidades dos gatos, Royal Canin, por meio da campanha Meu Gato no Vet, fala sobre a importância do acompanhamento veterinário aos pets. Edição de 2021 conta com apoio da Turma da Mônica.

De acordo com a médica-veterinária, Priscila Rizelo, “os gatos jovens precisam fazer visitas ao médico-veterinário pelo menos uma vez ao ano, já os idosos devem visitá-lo com mais frequência”. “Além da rotina preventiva do animal, o profissional poderá avaliar o protocolo vacinal para manter o pet protegido contra doenças importantes, de acordo com o estilo de vida e necessidades individuais”, destaca a profissional.

Vale ressaltar que, os felinos, ao contrário dos cães, por exemplo, costumam não demonstrar quando algo não vai bem, por isso é sempre bom ficar atento e levar o animal regularmente para realização de check-ups.

Segundo pesquisa realizada pela Royal Canin, 84% dos tutores de gatos consideram os médicos-veterinários a principal fonte de informação, mas 42% adiam a visita para evitar causar estresse no pet.  “A campanha Meu Gato no Vet foi criada com o propósito de conscientizar os tutores sobre saúde preventiva felina e se uniu à Turma da Mônica para incentivar tutores e gateiros a levar seus pets ao vet”, destaca a marca.

Neste cenário, Magali mostra como cuidar do Mingau e o levou a uma clínica Cat Friendly, adaptada à realidade dos felinos, com especialistas aptos a fazerem o gato sentir menos estresse e ansiedade antes e durante a consulta.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Microchip em cães e gatos de estimação: qual o impacto na Saúde Pública?

Cadela que auxiliou o Corpo de Bombeiros em Brumadinho (MG) se aposenta

Sopro cardíaco pode comprometer a qualidade de vida dos animais de companhia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

alergia alimentar gatos

Segundo estudo realizado na Califórnia, gatos preferem receber refeições sem esforço

Boehringer Ingelheim registra crescimento na divisão de Saúde Animal