Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Carnaval: Veterinária comenta os cuidados necessários para uma viagem tranquila com os animais 

Por Equipe Cães&Gatos
viagem
Por Equipe Cães&Gatos

O Carnaval está chegando e, para muitos, é hora de aproveitar o feriado prolongado para fazer uma viagem e relaxar. A diversão e o roteiro podem ficar ainda melhores se contarem, também, com a companhia dos pets, que são inseparáveis para muitas famílias.  

- PUBLICIDADE -

Ao decidir levar o animal, é importante lembrar que não basta colocar todo mundo no carro e cair na estrada! Tirá-lo do ambiente em que está acostumado e da sua rotina requer alguns cuidados para garantir uma viagem tranquila para todos. Entre eles, a alimentação merece atenção especial, já que estamos no período mais quente do ano e grande parte dos viajantes quer aproveitar os dias de calor nas regiões litorâneas.  

A médica-veterinária da Adimax e doutora em nutrição de cães e gatos, Mariana Fragoso, orienta os tutores: “Durante as viagens, é importante não alterar a rotina alimentar do animal, a fim de evitar quaisquer alterações fisiológicas e comportamentais, como diarreia, vômito e rejeição, por exemplo”. Para que todos aproveitem ao máximo sua viagem, inclusive os animais, Mariana dá algumas dicas:

 – Leve o alimento que o animal consome na quantidade adequada para os dias de viagem. Não conte com a possibilidade de encontrar o alimento habitual da mesma marca e tipo no destino, a fim de evitar imprevistos; 

– A ração é a opção mais prática para ser levada em viagens, além de ser um alimento completo e balanceado, que tem todos os nutrientes que o animal precisa, na proporção adequada. Existem, inclusive, opções de embalagens fracionadas, super práticas para serem transportadas; 

– Leve acessórios como comedouro, bebedouro, toalhas, brinquedos e caminha para que ele se adapte rapidamente à mudança de ambiente; 

É indicado levar acessórios como comedouro, bebedouro, toalhas, brinquedos e caminha para que ele se adapte rapidamente à mudança de ambiente (Foto: reprodução)

– Procure manter os mesmos horários das refeições do animal; 

– Em um primeiro momento, o pet pode ficar estressado e apresentar oscilações no apetite, e até dúvidas sobre onde fazer suas necessidades. “Nessas situações, pode ser interessante adicionar algo ainda mais gostoso na ração – como um alimento úmido, por exemplo”, sugere. Outra dica da profissional é sempre oferecer uma recompensa positiva – um carinho, um brinquedo ou um petisco – quando o pet “acertar” o local de fazer suas necessidades, pois isso o ajudará a ter certeza de onde realmente está o seu “banheiro”; 

– Ofereça água limpa e fresca à vontade ao animal, principalmente agora no verão, quando os dias são mais quentes; 

– Deixe os passeios e as brincadeiras para os horários mais frescos do dia, quando o sol não está muito forte. O chão quente pode queimar as patas do animal e o calor excessivo ainda pode ocasionar respiração muito ofegante, desmaios e até insolação;

– Mantenha a carteirinha de vacinação do pet em dia, uma vez que o animal que viaja está exposto a um novo ambiente e a outros animais. E nunca esqueça de levá-la, pois algumas regiões e hotéis exigem essa documentação; 

– Nas viagens de carro, utilize caixa de transporte, pois tutores que viajam com animais soltos são passíveis de multas pelo Código de Trânsito Brasileiro; 

– Certifique-se que o hotel no qual irá se hospedar e lugares que planeja visitar aceitam animais de estimação em suas instalações; 

– Em caso de viagem de avião, verifique previamente as normas da companhia aérea para o embarque do animal.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Cães e gatos são capazes de perceber emoções de seus tutores

Prefeitura inaugura Hospital Veterinário de Santa Cruz

Alimento úmido hipercalórico: quando e o porquê fornecer

Compartilhe este artigo agora no