Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Centro de Medicina Veterinária do Coletivo completa um ano

UFPR e Instituto PremieRpet celebram data comemorativa do centro que está localizado em Curitiba (PR)
Por Equipe Cães&Gatos
centro
Por Equipe Cães&Gatos

Inaugurado em abril de 2022, o Centro de Medicina Veterinária do Coletivo (CMVC) acaba de completar um ano de atividades com muitos motivos para comemorar. O espaço é uma realização da Universidade Federal do Paraná (UFPR), conta com a parceria permanente do Instituto PremieRpet e já é uma referência, pois é o primeiro Centro de Medicina Veterinária do Coletivo do Brasil, e atua colocando em prática essa especialidade ainda recente no País, atendendo famílias e protetores em situações de vulnerabilidade e registrando importantes avanços na medicina veterinária social.

A sede do espaço contou com uma reforma patrocinada pelo Instituto PremieRpet, braço social da PremieRpet, que desde 2018 desenvolve projetos em parceria com a UFPR. Atualmente, o CMVC oferece em um só lugar atendimento médico veterinário social e castrações para animais de famílias em situação de vulnerabilidade; doação de alimento e medicamento para animais após triagem; perícia de animais vivos; além de um centro de atendimento especializado em esporotricose.

“Por meio da parceria com a UFPR, nós fomentamos e disseminamos o conhecimento científico e a formação de profissionais especializados, em uma iniciativa pioneira na área da Medicina Veterinária do Coletivo. Juntos, e com base na ciência e nos conhecimentos mais avançados, ampliamos nossa capacidade de transformação social por meio de ações com foco em Saúde Única, na união indissociável entre saúde animal, humana e ambiental, promovendo impacto positivo na vida dos pets, tutores e da sociedade”, afirma a presidente do Instituto PremieRpet, Madalena Spinazzola.

O Centro de Medicina Veterinária do Coletivo da UFPR dá espaço a uma das áreas da Medicina Veterinária que mais cresce no mundo. O objetivo é agregar os serviços já prestados à comunidade, criando oportunidades para ensino, pesquisa e extensão.

“Um dos pilares do Centro são as práticas médico veterinárias sociais cujo enfoque são as famílias multiespécie em situação de vulnerabilidade. Os trabalhos interdisciplinares envolvem profissionais da assistência social e psicologia da UFPR e das Prefeituras da região metropolitana de Curitiba. É a Medicina Veterinária atuando estrategicamente para a promoção da saúde de seres humanos e animais”, explica a Profa Dra Rita de Cassia Maria Garcia, do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e especialista em Medicina Veterinária do Coletivo.

Balanço de um ano do CMVC:

  • 2.483 animais atendidos;
  • 412 exames complementares realizados;
  • 46 cães e gatos castrados;
  • 34 cães vacinados contra Cinomose, Hepatite, Adenovirose tipo 2, Parvovirose, Parainfluenza e Coronavirose (V6);
  • 32 gatos com esporotricose atualmente atendidos e monitorados pelo Centro de Atendimento Especializado em Esporotricose (CATe), que faz parte do CMVC);
  • Mais de 600 atendimentos telefônicos para dúvidas e orientações;
  • 10 toneladas de alimentos PremieRpet doados e distribuídos pelo Projeto Zero Fome;
  • 3 bolsas de estudos de doutorado em andamento, com financiamento de pesquisas pelo Instituto PremieRpet na área de MVC;

Além disso, o CMVC já conta com mais de 80 graduandos nos projetos de extensão, 10 pós-graduandos, seis residentes; cinco professores; um auxiliar de enfermagem; um técnica em biomedicina; um administrativo; um serviços gerais.

Um dos pilares do Centro são as práticas médico veterinárias sociais cujo enfoque são as famílias multiespécie em situação de vulnerabilidade (Foto: divulgação)

Serviços oferecidos

Entre os serviços oferecidos pelo Centro de Medicina Veterinária do Coletivo da UFPR à comunidade estão:

Clínica da interação humano-animal – Com o apoio e patrocínio do Instituto PremieRpet , tem como objetivo fortalecer o vínculo humano-animal, melhorar os níveis de bem-estar dos animais de estimação, prevenir maus-tratos, negligência, abuso e abandono. Entre as atividades desenvolvidas está a consultoria para 6 abrigos de cães e gatos (Projeto Medicina Veterinária de Abrigos), visando melhorar o nível de bem-estar dos animais e aumentar a taxa de adoção. As atividades incluem a capacitação de profissionais e voluntários e identificação de pontos críticos a serem corrigidos. O projeto contempla ainda o adestramento e educação de animais adotados.

Projeto Zero Fome – Com o apoio e patrocínio do Instituto PremieRpet, o projeto teve início em 2020 para viabilizar a alimentação de cães e gatos de famílias em situação de vulnerabilidade. A distribuição do alimento é feita para famílias cadastradas no CADÚnico Nacional e protetores cadastrados na rede de proteção animal do seu município. Já foram destinadas cerca de 10 toneladas de alimentos PremieRpet® para cães e gatos por meio do projeto. 

Perícia de Animais Vivos (SPA) – A UFPR possui termo de cooperação com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná com várias frentes de trabalho, entre elas a realização de perícia em animais vivos. O SPA conta com sala própria para a realização das perícias e equipamentos que auxiliam os exames. Em parceria com os órgãos policiais, investiga denúncias de maus-tratos a animais. Também oferta serviços de perícia veterinária para tutores que apresentem boletim de ocorrência. O laboratório local também serve para as aulas práticas da graduação e pós-graduação e para pesquisa.

Assistência Social Veterinária (ASV) – O Projeto ASV dá apoio aos tutores com dificuldades para arcar com as despesas médicas de seus animais. O tutor passa por entrevista e seleção para identificar vulnerabilidades e a melhor forma de o animal ter acesso ao atendimento veterinário. Moradores de rua e pessoas com transtorno de acumulação de animais também têm acesso ao serviço, em parceria com a Faculdade de Psicologia e do Serviço Social da UFPR.

Projeto Adote Um Adulto – Em parceria com o Instituto PremieRpet, o projeto incentiva nas redes sociais a adoção de cães adultos e idosos que aguardam um lar em ONGs. Durante o ano de 2022, o Centro de Medicina Veterinário do Coletivo, em conjunto com o projeto de extensão “Medicina Veterinária em Ação nas Comunidades”, realizou a campanha de adoção de seis cães que foram resgatados e mantidos no Centro MVC, além das campanhas dos animais dos abrigos que participam do projeto. A ação teve a participação de 17 graduandos. Saiba mais em: https://www.instagram.com/projetoadoteumadulto/.

Centro de Atendimento Especializado em Esporotricose (CATe) – Centro criado para suprir a demanda progressiva de atendimento a felinos doentes de famílias em situação de vulnerabilidade social. Felinos positivos para esporotricose e com famílias em vulnerabilidade econômica também foram incluídos no Projeto Zero Fome e recebem mensalmente 1,5kg de alimento seco PremieRpet para auxiliar no sucesso do tratamento.

“O CMVC continua em expansão, transformando a realidade dos animais, aumentando a chance de adoção de cães e gatos em abrigos, permitindo cada vez mais a participação de discentes de graduação de Medicina Veterinária, psicologia e assistência social, além de promover o tripé ensino, pesquisa e extensão”, comemora Rita. Ela anuncia que está em desenvolvimento um ambulatório de práticas integrativas para atendimento em homeopatia, acupuntura etc., além da oferta de cursos gratuitos para a comunidade, como banho e tosa para jovens em situação de vulnerabilidade.

Como ajudar o CMVC?

Um convênio com a Fundação de Pesquisas Florestais (FUPEF) foi firmado recentemente para viabilizar doações de pessoas físicas ou jurídicas ao CMVC. Isso permitirá a contratação de mais profissionais para a equipe, a ampliação do atendimento, das castrações, entre outras ações. As doações podem ser feitas para a conta da FUPEF: Banco Itaú, Agência 3812, Conta 54.902-4, CNPJ 75.045.104/0001-11.

Para mais informações e dúvidas, o Centro de Medicina Veterinária do Coletivo disponibiliza o site e atendimento telefônico de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30 pelo (41) 99267-7406.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Quais os principais problemas oculares que afetam os pets?

Sindan e CFMV firmam parceria para combate à pirataria de medicamentos 

Faculdade Una realiza atendimentos veterinários em Pouso Alegre (MG)