in

CFMV habilita entidade para concessão de Título de Especialista em Endocrinologia Veterinária

ABEV apresentou documentação necessária e está habilitada a conceder o título, válido por cinco anos

A Diretoria Executiva e os conselheiros do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) reuniram-se, no dia 11 de abril, na sede da autarquia, em Brasília (DF), para a realização da 357ª Sessão Plenária Ordinária. Por decisão unânime, foi aprovada a habilitação da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária (ABEV) para concessão de Título de Especialista.

A entidade apresentou a documentação relacionada no artigo 5º da Resolução CFMV nº 935/2009 e, após a publicação de resolução específica, estará habilitada a conceder título de especialista por cinco anos, podendo solicitar renovação. Para obter habilitação do CFMV, a entidade comprovou estar formal e regularmente constituída há pelo menos cinco anos e congregar profissionais de, pelo menos, cinco unidades da Federação.

Com a aprovação, agora são 18 entidades habilitadas a conceder Título de Especialista a médicos-veterinários com qualificação e experiência comprovadas nessas áreas que estejam dispostos a passar por processo seletivo promovido por essas sociedades, associações e colégios. Depois de aprovado, o profissional deverá solicitar ao Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) no qual está inscrito o registro de especialista, válido por cinco anos.

Com a aprovação, agora são 18 entidades habilitadas a conceder Título de Especialista a médicos-veterinários (Foto: reprodução)

Regionais

A plenária aprovou, por unanimidade, o apoio financeiro aos regionais de Mato Grosso e Santa Catarina, por meio do Programa de Desenvolvimento para os Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (Prodes). O CRMV-MT receberá R$ 665 mil para a renovação da sua frota de veículos, enquanto o CRMV-SC obterá R$ 140 mil visando à aquisição de equipamentos de informática.

Instituído em novembro de 2018 (Resolução CFMV nº 1.239/2018), o Prodes foi criado para investir recursos exclusivos do CFMV em projetos dos regionais voltados à fiscalização, infraestrutura, inovação e transparência, ou para ações de fortalecimento e de estratégico-coletivo, sendo vedadas iniciativas que contenham itens de custeio permanente dos CRMVs.

“O Prodes é um meio para fortalecer a atuação dos CRMVs, com a finalidade de apoiar financeira e tecnicamente seus projetos de profissionalização institucional”, afirmou o presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida.

A diretoria e os conselheiros ainda aprovaram a doação de equipamentos de informática (dois servidores de rede) do CFMV para o CRMV-ES.

O regional do Acre está sob administração de Junta Governativa Interina, desde 24 de março, conforme Resolução CFMV nº 1.447/2022. Para não perder prazos, os presentes concordaram em transferir três Processos Éticos-Profissionais (PEP) do CRMV-AC ao regional do Mato Grosso.

O presidente, Francisco Cavalcanti, a vice-presidente, Ana Elisa de Almeida, e o tesoureiro, José Maria dos Santos Filho, compareceram à plenária remotamente, por videoconferência, assim como os conselheiros efetivos Marcelo Teixeira e Marcílio Magalhães. Presencialmente, na sede do CFMV, a plenária contou com o secretário-geral, Helio Blume, os conselheiros efetivos Célio Garcia, Júlio Peres e Olízio Claudino da Silva, além do conselheiro suplente Valney Correa, que substituiu o membro efetivo Paulo Guerra.

Fonte: CFMV, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Importação de animais: biólogo comenta as condições ideais para as espécies

RJ constrói viaduto para reduzir o número de acidentes envolvendo animais silvestres

Além de gravidez indesejada, castração ajuda a prevenir diversas doenças nos pets

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

feira

Instituto Pet Brasil convida empresas brasileiras para participar de feiras internacionais

viagem de carro

Veterinária lista dicas de cuidados que tutor precisa ter ao viajar de carro com seus pets