Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Cinco mitos sobre gatos impactam na saúde dos felinos

Algumas afirmações equivocadas podem afetar a vida dos bichanos
Por Equipe Cães&Gatos
Cute cat
Por Equipe Cães&Gatos

Os gatos são animais que, em geral, são independentes e possuem um instinto de caça apurado. Por isso, costumam ser rodeados de mitos, alguns bastante antigos, como o de que têm “sete vidas” – ou seja, pouco vulnerável aos perigos.

Mas, alguns destes mitos carregam consigo alguns perigos para estes animais. A médica-veterinária da Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Leda Schoendorfer, comenta alguns deles.

“Gatos podem ter acesso à rua porque eles voltam para casa”

Esta prática não é aconselhável porque os gatos, quando saem, podem ter contato com animais doentes, trazendo essas doenças para casa. Isso além dos riscos de serem atropelados, envenenados ou mesmo mortos por algum outro animal. “O gato tem a tendência natural de querer sair porque ele é um predador, mas providenciar brinquedos e deixar ele interagir com objetos em casa são formas de suprir essa vontade de caçar”, explica Leda.

Cute tabby cat in arms of unrecognizable woman, friendship between humans and Pets
Ao contrário do que muitos pensam, gatos gostam, sim, de carinho (Foto: reprodução)

“Os gatos têm sete vidas, são muito resistentes”

Na verdade, gatos são animais sensíveis e que precisam de muitos cuidados. “Por isso, a qualquer sinal diferente que se observa no animal, é importante procurar um veterinário”, recomenda.

“Gato não gosta de carinho”

Esta aqui, quem tem gato em casa, já sabe que não é uma realidade. Gatos adoram carinho e cuidados. Leda diz: “Eles são sim, mais independentes e têm personalidade única, sendo que alguns gostam mais de ficar no colo, por exemplo, enquanto outros gostam mais de ficar brincando”.

“Gato precisa beber leite”

O gato não só não precisa beber leite, como muitas vezes o produto pode causar algum transtorno intestinal no animal, indica a médica-veterinária. Eles mamam enquanto são filhotes, mas, depois, não existe mais a necessidade de leite, acrescenta a especialista.

“Gato não precisa beber tanta água quanto um cão”

Os gatos precisam, sim, de um bom aporte de água, principalmente a partir do momento em que são alimentados com comida industrializada, ou seja, as rações. “Para evitar problemas renais nos animais, é importante deixar à sua disposição várias vasilhas de água. Também é aconselhável dar-lhes rações úmidas, além da ração”, finaliza.

Fonte: Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Vômito não deve ser considerado comum, nem para gatos

Iguana vive distribuída por várias regiões do Brasil

Estas cinco coisas deixam seu cachorro muito feliz

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!