Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Como ensinar o pet a fazer necessidades no lugar correto

Reforço, rotina e adaptação são pontos importantes no momento de aprendizado
Por Equipe Cães&Gatos
loveable pomeranian spitz standing on pee pad near comfortable kennel in pet hotel, cozy stay
Por Equipe Cães&Gatos

Apesar de parecer um desafio, quem tem cães ou gatos sabe que ensinar a fazer as necessidades no lugar certo é um passo fundamental para uma convivência harmoniosa. Com paciência, consistência e abordagens corretas é possível educá-los a respeito deste assunto.  

Falar sobre necessidades também engloba assuntos relacionados a saúde, já que muitas doenças sistêmicas, gastrointestinais ou urinárias, podem ter como manifestação clínica: alterações na morfologia das fezes, cor da urina, modificações nas frequências de defecação e micção.  

Essa é a orientação do professor Weslei Santana, do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), instituição pertencente a Cruzeiro do Sul Educacional. 

“Quando pensamos nas diferentes espécies, sabemos que há diferenças a serem consideradas. Por exemplo, os felinos, que por hábito utilizam caixas de areia, ao contrário do cão, que se adapta melhor a fazer as necessidades utilizando tapete, jornal ou até mesmo o gramado”, diz o docente.  

Higiene dos gatos 

É importante o tutor saber que os gatos necessitam de uma atenção especial em relação ao manejo da caixa de areia. A limpeza frequente e rotineira são questões essenciais, principalmente em relação ao número de caixas dispostas pelo ambiente que o animal vive. 

“A escolha da areia é um detalhe importante: areias claras são sempre recomendadas por permitir uma melhor atenção a mudanças da cor da urina, visto que grande parte dos problemas relacionados com as inflamações na vesícula urinária dos felinos pode iniciar com a presença de uma urina rosada ou avermelhada. Caso isso ocorra, o gatinho precisa de atendimento veterinário”, pontua. 

Higiene dos cães 

O cão, por apresentar rotinas distintas de um felino, tem uma liberdade maior em relação aos locais onde realiza suas necessidades. Um ponto importante a ser considerado é que cachorros acostumados a urinar em um único local e que de repente iniciam a realizar suas necessidades em múltiplos pontos com frequência aumentada, podem estar passando por processos patológicos. Caso isso ocorra, o pet também necessitará de atendimentos veterinários. 

“Outro fato importante a ser considerado é que cães não castrados têm o hábito da marcação de território, e podem iniciar esta prática em diversos pontos do ambiente, necessitando assim, da cirurgia”

Weslei Santana

O especialista relata que alguns pontos chaves podem ser considerados quando estamos em treinamento de um filhote ou um novo membro na casa em relação ao local certo de realização das necessidades:

Reforço positivo é a chave 

Quando se trata de ensinar cães ou gatos, o reforço positivo se destaca como a abordagem mais eficaz. Sempre que o animal acertar, recompense-o imediatamente com elogios e petiscos. Essa técnica fortalece a conexão entre o comportamento desejado e a gratificação, incentivando seu amigo a repetir o bom comportamento. Cuidado com o excesso de petiscos, eles são calóricos e podem aumentar a chance de obesidade. 

Ragdoll cat in light room
Limpeza frequente e rotineira da caixa de areia é essencial (Foto: reprodução)

Evite gritos e punições  

“Ao contrário do que se possa pensar, gritos e punições não só são ineficazes, mas também podem causar estresse e traumas aos animais. Em vez disso, concentre-se em reforçar os comportamentos positivos. Caso ocorra um deslize, limpe o local discretamente, sem alarde, e siga em frente. Muitos cães podem iniciar comportamentos de coprofagia (comer os dejetos) em resposta a essas punições, então evite”, alerta Weslei. 

Escolha os produtos de limpeza adequados

Quando precisar limpar as áreas afetadas, opte por produtos enzimáticos projetados especialmente para eliminar odores. Isso ajuda a eliminar os vestígios de cheiro que podem atrair seu cão ou gato de volta ao mesmo local.  

Utilize petiscos com estratégia

“Petiscos podem se tornar aliados poderosos no treinamento. Use-os para recompensar o comportamento desejado após seus pets fazerem as necessidades no local certo. Isso cria uma associação positiva e reforça o comportamento desejado”, completa o médico.  

Adaptando para cães e gatos  

Tapetes higiênicos e jornais são especialmente relevantes para cães e gatos que vivem em ambientes fechados. Introduza esses materiais gradualmente, movendo-os com o tempo para mais perto da área desejada. No início da adaptação, deixar por mais tempo o dejeto em cima do tapete ou do local desejado pode auxiliar no aprendizado do local correto.  

Puppy Training Accident
É importante nunca repreender o animal e reforçar quando este acertar o local (Foto: reprodução)

Estabeleça uma rotina 

“Assim como nós, os animais de estimação se beneficiam de rotinas. Leve seu cão para passear. Cachorros que moram em apartamento, com o tempo, aguardam sempre o horário certo para irem passear e fazer suas necessidades, então não se esqueça desta prática.” 

Seja paciente e firme

O treinamento requer tempo e consistência. Para os filhotes, o desenvolvimento cognitivo está acontecendo dia após dia, e isso deve ser trabalhado com cautela evitando possíveis traumas. Cada cão e gato é único, portanto, tenha paciência e seja firme em suas abordagens. Celebrar cada pequeno progresso é essencial para o sucesso. 

O professor do curso de medicina veterinária da FSG, Weslei Santana, finaliza dizendo que ensinar seu cão ou gato a fazer as necessidades no local correto é um investimento valioso para uma convivência harmoniosa. 

“Ao aplicar métodos baseados em reforço positivo, evitar punições e estabelecer rotinas, você estará construindo uma relação de respeito mútuo com seu leal companheiro de quatro patas. Lembre-se sempre de que o amor e a compreensão são os alicerces desse processo gratificante”, conclui.

Fonte: Cruzeiro do Sul Educacional, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Ter um cachorro reduz risco de demência na velhice

Cães e gatos “giram” antes de deitar por um motivo especial

Umami: o quinto sabor básico é o preferido dos pets

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!