in

CRMV-RJ recebe denúncias sobre falsa profissional que se intitula “enfermeira veterinária”

O Conselho informa que não há legalidade nesta atuação e que a profissão “enfermagem veterinária” não existe no Brasil

Através das redes sociais o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio de Janeiro (CRMV-RJ) tomou conhecimento ao receber diversas denúncias acerca de uma pessoa que se auto intitula “enfermeira veterinária”. A mesma faz menções sobre o ofício em postagens nas redes.

A falsa profissional fez diversos atendimentos em sua residência no Estado do Rio de Janeiro, revelando um grave risco à saúde animal por não ter conhecimento técnico e legal para atender os animais.

De acordo com o CRMV-RJ, a profissão “enfermagem veterinária” não existe. Não há legalidade no exercício profissional de enfermeiros, técnicos ou auxiliares de “enfermagem veterinária” no Brasil.

O Conselho informa que, imediatamente, após tomar conhecimento desta contravenção penal, encaminhou denúncia ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) por exercício ilegal da profissão.

Em uma de suas publicações, a referida “enfermeira veterinária”, cita algumas técnicas privativas do médico-veterinário, como por exemplo a fluidoterapia subcutânea. O CRMV-RJ enfatiza “que todo e qualquer procedimento deve ser realizado por um profissional qualificado e legalmente habilitado, que está apto para avaliar e indicar a melhor forma de ser realizada. Este profissional é o médico-veterinário”.

O CRMV-RJ também procurou registros profissionais da mesma e como não foram encontrados, a pessoa pode incorrer no crime de falsidade ideológica, pois se apresenta como graduada em Medicina Veterinária.

O Conselho, também, agradeceu o apoio e a confiança depositada sobre a comissão que ajudou a encaminhar as denúncias, dizendo: “Agradecemos o apoio e confiança que os profissionais médicos-veterinários depositaram nesta autarquia para encaminhamento da denúncia. Contem sempre com nossa atuação, na esperança da atuação do MPRJ, cumprindo o rigor da Lei neste caso”.

enfermagem veterinária
Não há legalidade no exercício profissional de enfermeiros, técnicos ou auxiliares de “enfermagem veterinária” no Brasil. (Foto: reprodução)

Fonte: CRMV-RJ, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

UFMG divulga edital para Programa de Residência em Medicina Veterinária 2022

Veterinárias lançam livro que aborda terapêuticas em animais domésticos

Instituto Mineiro de Agropecuária oferece vagas para veterinários e engenheiros agrônomos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

perito criminal

CRMV-MT pede que médicos-veterinários sejam incluídos em concurso de perito

doença viral

Nota é divulgada em Belo Horizonte (MG) sobre cuidados com a raiva felina