in

Especialista da área de psicoterapia aborda vantagens sobre o tratamento

Muitas pessoas estão presas em ditos populares negativos e acabam resistindo em procurar um profissional

De maneira a solucionar situações diárias e não somente “problemas graves”, o psicólogo analítico, responsável pela Clínica Psicologia e Psiquiatria Integradas (PPI), Kleber Marinho, conta que, muitos problemas de relacionamento afetivo e familiares, bem como questões cotidianas, melhor convivência, tolerância, entre outros, seriam solucionados de forma mais fácil caso as pessoas aceitassem fazer psicoterapia.

Segundo ele, existe um problema cultural quando o assunto é prevenção de transtornos mentais. “Geralmente, a busca pela terapia acontece quando a água já está chegando no nariz. Não existe cultura profilática em saúde mental, sobretudo na área da Psicologia e Psiquiatria. É verdade que já notamos certo avanço na Medicina ao constatar que há quem faça check-ups rotineiros, mas isso não ocorre na saúde mental”, afirma. 

Para o especialista, infelizmente, ninguém chega em um consultório psicológico dizendo que está ali pela busca do autodesenvolvimento, para ficar pleno, equilibrado e, assim, evitar um possível colapso. “Ao contrário, é como se fosse necessário chegar ao grau máximo de sofrimento, tal como no Burnout, quando o sujeito exauriu todas suas energias e forças ao ponto de não conseguir fazer mais nada, restando apenas depressão, paralisação, ansiedade e angústia, para, então, buscar ajuda”.

Além disso, Marinho diz que não há um momento certo para iniciar o tratamento psicológico, cuidar da saúde física e mental deve ser prioridade para qualquer pessoa, a fim de tornar-se um cidadão mais equilibrado, amoroso, ponderado, assertivo e várias outras vantagens que o tratamento proporciona. 

Muitas pessoas ainda estão presas em ditos populares negativos e acabam resistindo em procurar um profissional, por reproduzirem falácias do tipo, terapia é para “louco”, enquanto na verdade, o tratamento melhora significamente a vida e bem-estar dos pacientes.

Para conferir a reportagem completa, acesse nossa revista on-line, clicando aqui.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Falta de políticas públicas contribui para número de animais abandonados no Brasil

CRMV-SP passa a realizar evento único para premiação de veterinários e zootecnistas

Câncer de pele em pets: como prevenir, tratar e saber a hora certa para a eutanásia?

(Foto: C&G VF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Animal Planet

Animal Planet comemora festas de final de ano com programações especiais para para quem tem pet

Vet Show

Vet Show, da PremieRpet, proporciona noite de lembranças e diversão a veterinários