Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Estudo mostra que gatos domésticos reconhecem nomes uns dos outros

Por Equipe Cães&Gatos
gatos
Por Equipe Cães&Gatos

Uma pesquisa japonesa descobriu que os gatos reconhecem os nomes de outros gatos que estão familiarizados. Os gatos podem também reconhecer os nomes dos humanos que vivem na mesma casa. 

“O que descobrimos é surpreendente”, explicou o pesquisaor Saho Takagi, ao portal japonês Asahi Shimbun. “Quero que as pessoas saibam a verdade. Os felinos não parecem ouvir as conversas das pessoas, mas, na verdade, ouvem”, declarou. 

gatos
Uma pesquisa japonesa descobriu que os gatos reconhecem os nomes de outros gatos que estão familiarizados. (Foto: reprodução)

A pesquisa estudou gatos que viviam em casas com outros felinos ou que viviam em ‘cafés de gatos’ (estabelecimentos japoneses onde os visitantes podem interagir com os felinos). Nos testes, foi apresentada a cada gato uma imagem em uma tela de computador, de outro gato com quem conviviam. 

Enquanto a imagem era exibida, uma gravação da voz do tutor dizia o nome do gato na imagem em voz alta ou um outro nome. Os gatos de lares domésticos demoravam mais tempo a olhar para a tela quando o nome ouvido era diferente. Os investigadores pensam que isso aconteceu por estarem intrigados com a diferença entre a imagem e o nome enunciado.  No caso dos felinos dos ‘cafés de gatos’, o mesmo não se concretizava. 

“Apenas os gatos domésticos antecipavam um rosto específico do gato ao ouvir o nome, sugerindo que combinavam o nome do gato e o indivíduo específico”, escrevem os investigadores no seu estudo. 

A experiência com fotos de pessoas 

Numa outra experiência, os investigadores realizaram um teste semelhante, mas usaram os humanos como estímulo no lugar da imagem do gato. Foi mostrada uma imagem de uma pessoa com quem viviam e, ao mesmo tempo, o nome dessa pessoa ou outro nome foi enunciado. 

Desta vez, os gatos demoravam um pouco mais a olhar quando existia uma diferença entre a imagem e o nome. Essa diferença foi mais frequente em gatos que viviam com várias pessoas ou já estavam há algum tempo com uma família. 

“A nossa interpretação é que os gatos que vivem com mais pessoas têm mais oportunidades de ouvir nomes a serem usados do que gatos que vivem com menos pessoas, e que viver com uma família por mais tempo aumenta esta experiência”, explica o pesquisador. 

O estudo envolveu apenas dezenas de gatos, pelo que os resultados justificam a replicação em futuras pesquisas. Para o seu próximo estudo, os pesquisadores esperam determinar como os gatos podem lembrar-se dos nomes dos outros no dia-a-dia e até que ponto entendem a linguagem. 

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Profissional comenta importância da atuação de zootecnistas no mercado pet

Conselho Regional de Medicina Veterinária-CE alerta sobre a extinção de animais no Ceará

Veterinária explica a ocorrência de hiperplasias mamárias em gatas castradas

Compartilhe este artigo agora no