Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição

Gatos agressivos nas consultas são mais propensos a terem problemas comportamentais em casa

Agressão direcionada a estranhos, agressão direcionada aos tutores e entre gatos da família estão entre as reações mais propensas
Por Equipe Cães&Gatos
foto-gato
Por Equipe Cães&Gatos

Um estudo conduzido por pesquisadores dos Estados Unidos da América (EUA) descobriu que os gatos que demonstram maior agressividade durante consultas veterinárias têm maior probabilidade de apresentar problemas comportamentais em casa.

42,6% dos gatos incluídos no estudo mostraram comportamentos de agressividade na clínica veterinária, tendo-se observado que a frequência destes comportamentos era menor em gatos que viviam em casas com um ou mais felinos.

Com este resultado, a investigação sugere a necessidade de mais pesquisas sobre os potenciais benefícios emocionais das relações entre espécies.

O estudo encontrou, também, uma associação positiva entre comportamentos agressivos na clínica veterinária e problemas comportamentais em casa, incluindo agressão direcionada a estranhos, agressão direcionada aos tutores, resistência à restrição, agressão entre gatos da família, agressão direcionada a cães, comportamentos relacionados à separação e arranhões em superfícies inadequadas dentro de casa.

Os gatos tendem a permanecer afastados e hostis durante vários dias após a visita à clínica (Foto: reprodução)

Além disso, a investigação determinou, ainda, que a maioria dos gatos não recebeu medicação destinada a reduzir o medo, a ansiedade e/ou a dor antes da deslocação para as consultas veterinárias, tendo estes ficado altamente estressados aquando da chegada à clínica veterinária.

De acordo com o estudo, dado que a maioria dos gatos ficam estressados durante as visitas veterinárias, a falta de tratamento indica “uma oportunidade perdida de melhorar o bem-estar dos gatos durante essas visitas”.

“Os gatos permanecem afastados e hostis durante vários dias após a visita à clínica, com menos de metade a apresentarem uma recuperação rápida após regressarem a casa, sugerindo que as visitas veterinárias resultam em estresse prolongado nos gatos”.

A investigação foi realizada de forma on-line e anonimamente, em formato de questionário, a indivíduos com mais de 18 anos, proprietários de, pelo menos, um gato.

Fonte: Veterinária Atual, adaptado pela equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:

Cães registraram problemas comportamentais pós-pandemia de Covid-19

Pote de água de pets pode abrigar o mosquito transmissor da dengue

Sedentarismo e má alimentação podem deixar cães e gatos obesos

Compartilhe este artigo agora no