Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Grupo varejista adota cães abandonados no Dia dos Animais de Rua

Iniciativas solidárias e adoção responsável são algumas das ações realizadas
Por Equipe Cães&Gatos
foto-adocao
Por Equipe Cães&Gatos

No Dia Mundial dos Animais de Rua, em 04 de abril, o varejista Grupo Pereira reitera seu compromisso com o cuidado e o bem-estar dos animais, por meio de ações solidárias que beneficiam os pets em suas unidades. Enquanto os pets são considerados membros queridos das casas brasileiras, com 81% dos entrevistados em uma pesquisa da Opinion Box afirmando que seus pets são parte da família e contribuem para sua felicidade, a realidade dos animais de rua é preocupante.

De acordo com a pesquisa nacional “Animais Abandonados e Devolvidos”, realizada pelo Cobasi Cuida, o período entre dezembro e fevereiro é o mais crítico para o abandono de animais no Brasil, resultando em mais de 30 milhões de animais abandonados, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os motivos incluem mudança de residência, alterações na rotina do tutor, dificuldade de adaptação com outros animais da casa ou impossibilidade de cuidar das doenças do pet. O estudo destaca que 81,5% dos pets abandonados são cães, sendo 80,4% deles adultos e, na maioria dos casos, sem raça definida.

Uma das iniciativas do Grupo Pereira que ganhou destaque na bandeira Fort Atacadista é a “Cãolaborador”. Atualmente, o programa conta com a participação de mais de 35 cães adotados nas lojas do Fort Atacadista em diferentes estados, que desempenham um papel relevante na melhoria do ambiente de trabalho, promovendo um clima mais agradável e descontraído entre os colaboradores, além de interagir com os clientes e ganharem atenção e carinho.

O cão Pereirinha até já ganhou um crachá de auxiliar de vigia do estabelecimento (Foto: divulgação)

É o caso de Pereirinha, o simpático cão que, agora, tem casinha própria, comida, água e carinho dos funcionários do Fort Atacadista da Baixada de Santos (SP), além de cuidados veterinários. Ele até já ganhou um crachá de auxiliar de vigia.

Já em Campo Grande (MS), Caramelo trabalha como auxiliar de vigia noturno. Ele faz a guarda da loja, chama a atenção dos clientes e virou o mascote da equipe. Caramelo faz parte do time do Fort desde a inauguração da loja, em novembro de 2022, e nos últimos natais vem ajudando o Papai Noel, interagindo com as crianças e demais clientes. Desde então, recebe muito carinho, cuidados veterinários, alimentação e abrigo.

As ações do GP em prol dos animais tiveram início em 2019. Desde então, o grupo vem cada vez mais abraçando a causa animal. “Entendemos que a proteção e o cuidado dos animais são fundamentais, além de fazer parte do nosso propósito em ser um bom lugar para passar a vida, transformando as pessoas e o ambiente ao nosso redor, e isso se estende aos cachorrinhos que chegam em nossas lojas”, explica a head de Comunicação Corporativa e ESG do Grupo Pereira, Simone Cotta. Os pets ainda acabam desempenhando a função de vigilância, principalmente no período noturno, garantindo assim a segurança do estabelecimento e de seus colaboradores.

Outra ação realizada pela companhia é a doação para ONGs que trabalham incansavelmente para proteger e cuidar dos animais desamparados. Em cada abertura de nova loja do Fort Atacadista, desde 2016, um cheque no valor de até R$ 3.000 – que seria gasto com fogos de artifício na inauguração – é convertido em doação para uma ONG da causa animal da cidade, que já somou um valor de mais de R$ 120.000.

Fonte: Grupo Pereira, adaptado pela equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:

Cuidar da saúde do seu animal de estimação pode resultar em benefícios fiscais

Quais as considerações essenciais ao adotar um animal de estimação?

CFMV redefine identificação de felinos castrados como prática não mutilante