in

II Consenso Brasileiro de Mastocitoma em Cães unifica a conduta dos médicos-veterinários

Esse tipo de câncer é considerado um dos mais comuns na espécie

Com os passos que a Medicina Veterinária vem dando, novos debates sobre tudo o que cerca essa profissão devem ser realizados sempre, pois, a cada dia, novidades em terapias e condutas chegam às clínicas veterinárias.

É assim também dentro da Oncologia Veterinária, por exemplo, onde um time de importantes nomes da especialidade esteve reunido para realizar o II Consenso Brasileiro de Mastocitoma em Cães, organizado pela Associação Brasileira de Oncologia Veterinária, ABROVET, no final do mês de agosto. Entrevistamos alguns desses profissionais, que compartilham o que foi debatido de novo para o tratamento desse, que é o câncer cutâneo mais comum em cães.

Um dos organizadores do evento, o veterinário Andrigo Barboza De Nardi, explica que, durante o II Consenso Brasileiro sobre Mastocitomas em Cães foram debatidas informações relevantes relacionadas ao diagnóstico, tratamento e prognóstico de cães com a doença. “A ideia foi fazer um apanhado dos principais trabalhos científicos publicados nos últimos anos, visando nortear novas estratégias para estabelecer o diagnóstico dos casos de mastocitomas (MCT), bem como tratar esses pacientes com modalidades de tratamento inovadoras, buscando, desta forma, proporcionar um melhor prognóstico para os cães com mastocitomas”. 

Além disso, o veterinário Rodrigo dos Santos Horta, que também esteve à frente do evento, conta que foram apresentados aspectos sobre as desordens proliferativas dos mastócitos em seres humanos, particularmente em crianças, com finalidade comparativa com o mastocitoma que acontece no cão. “Em relação ao mastocitoma canino, foram apresentados e debatidos aspectos relacionados ao diagnóstico citológico e histopatológico, prognóstico e tratamento clínico-cirúrgico. Estiveram presentes mais de 400 ouvintes e vários palestrantes reconhecidos nacionalmente e internacionalmente pelos seus trabalhos publicados e atuação na Clínica, Cirurgia e Oncologia”.

Clique aqui e leia a reportagem completa, gratuitamente.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Incidentes recentes com animais em voos domésticos ligam alerta dos tutores

Artigo lembra: trato gastrointestinal saudável, pet saudável

Graduandos apresentam propostas para participação do CRMV-SP no projeto Puraa

(Foto: C&G VF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

natureza

Tirar um tempo para estar próximo à natureza pode fazer bem para a saúde mental

médicos

Dia da Saúde Única lembra a importância dos veterinários, também, aos humanos