Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Inteligência Artificial aprimora diagnóstico veterinário

Equipamentos e plataformas internacionais oferecem diversas qualidades assistenciais e produtividade aos médicos-veterinários
Por Equipe Cães&Gatos
vet e tecnologia
Por Equipe Cães&Gatos

Bastam alguns minutos navegando na web e nas redes sociais para ser impactado por dezenas de conteúdos sobre Inteligência Artificial (IA) e como ela pode solucionar os mais diversos problemas e aumentar a produtividade de profissionais e estudantes. A IA chegou inclusive no segmento de saúde animal, trazendo novidades que devem otimizar o diagnóstico veterinário.

- PUBLICIDADE -

Grande parte das doenças dos animais são silenciosas no início, fazendo com que os tutores só percebam que algo está errado quando o pet já está num estágio mais avançado da doença. Por isso, os exames laboratoriais e de imagem são tão importantes para a conclusão de um diagnóstico. “Se considerarmos que os médicos-veterinários contam apenas com as percepções dos tutores sobre os sinais clínicos e que provavelmente a doença já esteja mais avançada, podemos constatar que uma das principais promessas da IA – a velocidade nas respostas – é o primeiro grande ganho”, explica o veterinário e Diretor de Operações da VetFamily Brasil, Fabiano de Granville Ponce.

O aumento da produtividade do médico-veterinário e a melhora da qualidade assistencial com o uso da Inteligência Artificial são pontos bastante positivos para os tutores (Foto: Reprodução)

Atuando no fomento do setor, a comunidade mundial de médicos-veterinários VetFamily trouxe para o Brasil uma ferramenta de Inteligência Artificial que colabora com a análise e o laudo de exames de Raio X, a SignalPet. “A ferramenta já é utilizada com sucesso nos Estados Unidos e foi ajustada à realidade do mercado brasileiro, considerando a língua portuguesa, o perfil dos usuários e as principais necessidades de diagnósticos”, revela o Diretor de Business Development da VetFamily Brasil, Mauri Moreira.

Quem já está utilizando a Inteligência Artificial reconhece a economia de tempo como um dos principais benefícios: “Nos casos em que temos uma suspeita clínica e ela é apontada pela Inteligência Artificial, já conseguimos dar uma resposta ao tutor em torno de 15 minutos após o exame, o que agiliza muito o tratamento ao paciente. Em nossa rotina, os relatórios das radiografias são emitidos pelos radiologistas veterinários em até 24 horas após o exame, por isso, ter uma prévia através da Inteligência Artificial é muito bom”, relata a sócia e diretora clínica da Golden Vets, Beatriz Soares Petri de Oliveira.

Os exames laboratoriais e de imagem são tão importantes para a conclusão de um diagnóstico (Foto: Divulgação)

O suporte aos diagnósticos e a gestão de dados são outros fatores apontados como diferenciais que vêm contribuindo com a Medicina Veterinária. “Os testes padronizados pela Inteligência Artificial, dados como normais ou anormais, auxiliam o veterinário no raciocínio clínico, amparando-os na tomada de decisão e em suas dúvidas”, revela o médico-veterinário e gestor de inovação da Golden Vets, Andre Villela de Freitas, que também utiliza a SignalPet para treinamento e desenvolvimento de equipes. “A ferramenta consegue circular e demarcar lesões, agrupar e organizar as radiografias, sendo possível filtrar os estudos por pacientes ou pelo tipo de lesão, auxiliando na análise de dados e aprofundamento de estudos”, completa.

Ainda com o intuito de facilitar o uso da IA na Medicina Veterinária, a VetFamily também firmou parceria com a marca internacional Seamaty para disponibilizar equipamentos de diagnósticos laboratoriais para Point of Care (PoCT), ou seja, com aplicação e resultado in house, com vantagens para os membros da comunidade. Desta forma, clínicas e hospitais veterinários podem contar com resultados rápidos para exames de sangue, eletrólitos e de hemogasometria. Com intervalos entre 4 e 12 minutos, a IA emite um parecer baseado nos resultados de exames que identificam distúrbios eletrolíticos, ácidos-básicos, alterações no perfil bioquímico, metabólico, imunológico e inflamatório dos pacientes, com qualidade comparável à de laboratórios de referência, auxiliando sobremaneira profissionais menos experientes, que muitas vezes, durante um plantão de madrugada, não têm a quem recorrer. Por fim, os equipamentos PoCT da Seamaty permitem ao médico-veterinário o monitoramento e o planejamento de ações mais ágeis e assertivas.

O aumento da produtividade do médico-veterinário e a melhora da qualidade assistencial com o uso da Inteligência Artificial são pontos bastante positivos para os tutores, principalmente para aqueles já familiarizados com o uso da IA em suas profissões ou mesmo na busca por informações sobre saúde animal. “Os tutores contam com a experiência do médico-veterinário, mas enxergam o uso de novas ferramentas de apoio como algo que vai proporcionar maior segurança e agilidade”, comenta Mauri.

Fonte: VetFamily Brasil, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Tecnologia e múltiplos esforços auxiliam na preservação de animais selvagens
Clínica oferece atendimento afetivo para cães e gatos com equipamentos de alta tecnologia
Por meio de tecnologia e IA, projeto transforma reações de cães em previsão contra terremotos

Compartilhe este artigo agora no