Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Março Amarelo: Elanco alerta, pelo oitavo ano, sobre a doença renal crônica em cães e gatos

Por Equipe Cães&Gatos
fundo amarelo
Por Equipe Cães&Gatos

Pelo oitavo ano, a Elanco Saúde Animal dedica o mês de março à campanha Março Amarelo, cujo propósito é difundir informações para médicos-veterinários e responsáveis por cães e gatos sobre a doença renal crônica (DRC), uma doença silenciosa, que compromete a expectativa de vida dos pets e cujos sintomas tendem a se tornar perceptíveis somente em estágios mais avançados da enfermidade. A DRC não tem cura e pode ser fatal, no entanto, é possível fazer a detecção precoce, controlar as consequências da evolução do quadro e promover o bem-estar do paciente crônico. 

Nesta edição, a campanha recebe o nome de Março Amarelo Fortekor Elanco e apresenta dois personagens especiais: Cachorrim e Bexigato, cujas ilustrações foram elaboradas a partir do contorno de um rim. “A ideia é, de forma lúdica e com leveza, mas sempre com informações assertivas, trabalhar um tema delicado e que merece toda atenção dos apaixonados por pets”, explica a coordenadora de Marketing de Pet Health da Elanco, Karina Toledo.

As frases “O carinho também passa pelo rim” e “De boa com o rim, de bem com a vida” estampam parte das peças da campanha, como bexigas, camisetas e lâminas técnicas. Também foram desenvolvidos chaveiros e postais com foco nos responsáveis pelos animais. Médicos-veterinários, hospitais e clínicas receberão atualização técnica e informação de qualidade e poderão contar com os materiais de apoio da Elanco, como informativos, convites editáveis, entre outros, para promoverem eventos de conscientização dos tutores sobre a DRC. 

A campanha contempla os meios digitais, com posts no Instagram da Elanco dedicado aos pets (@elancopetsbr) e por meio do Pet Squad, time de influenciadores digitais selecionados pela companhia para apoiar a divulgação de informações relevantes aos tutores. O portal Meu Pet, da Elanco (https://meupet.elanco.com/br), dedicado aos responsáveis por cães e gatos que buscam orientação sobre a saúde e bem-estar dos seus pets, ganhará uma nova seção dedicada aos produtos terapêuticos e, entre eles, o medicamento indicado ao tratamento da DRC.

Outro material importante para a campanha é a tabela de estadiamento, destinada aos médicos-veterinários. Utilizando essa ferramenta, a partir dos exames solicitados pelo profissional, é possível identificar em qual dos estágios (de 1 a 4, sendo o último, o mais grave) a doença está. “A tabela ajuda a trazer mais clareza sobre o estágio e pode, eventualmente, auxiliar o profissional nas orientações sobre a enfermidade dadas ao tutor”, explica a médica-veterinária e consultora Técnica da Elanco, Tatiana Pavan.

Tatiana destaca que o diagnóstico da DRC é mais frequentemente realizado quando já há perda de pelo menos 45% da função renal e os sintomas passam a ficar mais evidentes quando essa perda atinge 75%. “É fundamental que os médicos-veterinários alertem os tutores sobre a DRC durante as consultas, conversem sobre exames de rotina e os sintomas para que fiquem atentos. A prevenção faz muita diferença e é, sem dúvida, o melhor caminho. Fornecer dicas sobre isso também é importante. Uma delas é oferecer mais água, disponibilizando diversos bebedouros pela casa, pois quanto mais os pets veem os potinhos pelos cômodos, mais tendem a beber água. Como toda doença crônica, ela não tem cura, mas destacar o controle e tratamento paliativo, é priorizar o bem-estar e qualidade de vida do animal”, afirma.

Os principais sintomas da DRC são perda de apetite, emagrecimento, sede intensa, urinar em excesso, diarreia e vômito.

Dois personagens especiais, o Cachorrim e o Bexigato, fazem parte da campanha cujas ilustrações foram elaboradas a partir do contorno de um rim
(Foto: divulgação)

Tratamento 

A campanha Março Amarelo destaca ainda os benefícios de Fortekor Flavour, que, ao longo dos anos, tem sido amplamente prescrito pelos médicos-veterinários para o tratamento da DRC em gatos, mantendo-se na liderança de mercado. O medicamento obteve, no ano passado, uma nova indicação incorporada em bula: o tratamento da insuficiência renal crônica em cães, consagrando o produto para mais esse uso. “Assim, os tutores têm mais uma opção para cuidar de seus companheiros caninos!”, destaca Tatiana. O medicamento também é indicado para o tratamento da Insuficiência Cardíaca Congestiva em cães.

As peças da campanha destinadas aos médicos-veterinários, tais como folders e lâminas técnicas, descrevem os atributos do medicamento, como o suporte à diminuição da progressão da doença com qualidade de vida “Costumamos dizer que com o Fortekor Flavour a urina sai, mas as proteínas ficam. Isso é fundamental para a saúde dos pets”, comenta Karina. 

O princípio ativo de Fortekor Flavour é o Cloridrato de Benazepril que oferece muitos benefícios no tratamento da DRC: reduz a perda de proteína pela urina, que provoca lesão renal, diminui a retenção de fluidos, retarda a progressão da DRC, diminui a fibrose renal, alivia sintomas como a tosse, reduz a hipertensão arterial sistêmica e intraglomerular em cães, aumenta o apetite e ganho de peso em gatos, melhorando significativamente a qualidade de vida e longevidade.

“Outra vantagem do Fortekor Flavour é que ele pode ser utilizado já nos estágios iniciais da doença, a partir da indicação do médico-veterinário de confiança, como parte de um tratamento multimodal”, pontua Tatiana. 

Como exposto pela executiva, Fortekor Flavour é líder de mercado da categoria cardiorrenal segundo relatório IQVIA (Sindan), além de vencedor do prêmio Easy to Give Awards, concedido pela Sociedade Internacional de Medicina Felina a empresas que desenvolvem inovações que facilitam a vida dos responsáveis, apoiando-os na tarefa de administrar as medicações necessárias aos gatos.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Quantidade de alimento fornecida aos animais deve ser estabelecida por veterinários

Veterinárias comentam escolha por carreira focada em pesquisa

Lei de proteção a animais policiais ou militares está em análise no Senado

Compartilhe este artigo agora no