Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Clínica e Nutrição, Pets e Curiosidades

Médica-veterinária explica as cinco principais doenças intestinais que acometem os pets

Por Equipe Cães&Gatos
gastrite em animais
Por Equipe Cães&Gatos

Algumas dores que acometem os humanos também são capazes de causar sofrimento aos pets, como dores no estômago e outras doenças intestinais que causam desconforto. É importante que os tutores levem em consideração alguns sinais de incômodo, já que, distúrbios gastrointestinais em animais são mais comuns do que imaginamos.

De acordo com a médica-veterinária do Chefe Bob, Rachel Mosna, as causas dessas doenças que resultam em dor, perda de peso, vômito e outros impasses podem estar ligadas à diversos agentes. 

“A digestão saudável é essencial para o prolongamento e qualidade de vida dos pets, de modo que eles possam usufruir de todos os nutrientes necessários de sua alimentação. Por consequência, os distúrbios podem causar também desnutrição e desidratação”, explica Rachel. 

 Principais doenças intestinais frequentes em cães e gatos 

Segundo Rachel, algumas doenças intestinais podem ser mais frequentes, como:  Gastroenterite aguda: inflamação ou infecção do trato gastrointestinal, principalmente do estômago. A gastroenterite aguda geralmente é de curto prazo, causada por animais que ingeriram alimentos estragados ou rançosos.

Outra complicação é a Colite: inflamação aguda ou crônica da membrana que reveste o cólon (parte central do intestino grosso). É mais frequentemente causada por um parasita, a colite é mais comum em cães com menos de cinco anos e causa inflamação do intestino grosso. Além da Constipação: possui diversas causas, como falta de exercício, desidratação e ingestão de materiais não digeríveis, como ossos e brinquedos, ou alimentos com poucas fibras.

Vale ficar atento aos sinais de Diarreia: causado por infecções, parasitas internos, estresse, mudança na alimentação, além de outros fatores. Bem como, Pancreatite: inflamação ou infecção do pâncreas. Causada por ingerir alimentos ricos em gordura ou sobras de comida, infecções, doenças ou traumas.

Importante ressaltar que apenas um médico-veterinário pode determinar com precisão qual distúrbio está ocorrendo com os pets. 

gastrite em animais
Refeições saudáveis e balanceadas ajudam a evitar o surgimento de doenças intestinais (foto: reprodução)

Entenda as possíveis causas e sintomas das doenças intestinais em pets

O principal papel dos tutores é reconhecer os sinais apresentados pelos pets, a fim de tomar atitudes necessárias com o apoio de um médico-veterinário. Quando não tratadas, essas doenças atingem diretamente toda parte intestinal dos animais de estimação, ocasionando perda de peso, falta de apetite, e problemas de saúde até mais sérios no futuro. 

Os responsáveis pelas alterações fisiológicas em cães e gatos e que afetam o processo intestinal dos pets são: inflamações, infecções, falta de exercícios, má alimentação, estresse e até parasitas. 

“Ao surgir algum tipo de distúrbio intestinal, os animais de companhia passam a desenvolver reações, como: diarréia, vômito, alteração no apetite, perda de peso e sangue ou muco nas fezes”, comenta a veterinária.

Refeições saudáveis e balanceadas ajudam a evitar o surgimento de doenças intestinais 

Uma boa alimentação é um dos caminhos para evitar o surgimento de doenças intestinais. A rotina regrada com refeições saudáveis é essencial para os pets não desenvolverem essas doenças, além disso, ao não ingerir produtos industrializados ou que eles não estão acostumados, a chance de surgirem esses distúrbios é minimizada.

Para ajudar os tutores nesse cenário de prevenção, o Chef Bob – que possui mais de 1,5 receitas saudáveis – produz cardápios personalizados para cães e gatos que sigam dieta específica, ou seja, o tutor ao identificar um problema gastrointestinal em seu pet com auxílio de um médico-veterinário, pode realizar o pedido da alimentação para seu animal de estimação de acordo com as diretrizes direcionadas pelo profissional de veterinária, com o intuito de auxiliar na recuperação do pet.  Os interessados podem acessar o site, clicando aqui.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Veterinária que atua na Vigilância em Zoonose aborda a importância da prevenção de doenças

País europeu proíbe criação de Buldogue inglês e Cavalier King Charles Spaniel

Exposição de pets a altas temperaturas pode provocar hipertermia

Compartilhe este artigo agora no