Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Saúde: Médico-veterinário explica como cuidar das patas dos cães e gatos

Por Equipe Cães&Gatos
coxins
Por Equipe Cães&Gatos

As “almofadinhas” das patas de animais como cães e gatos são chamadas de coxins e têm função importante na saúde dos pets. Elas ajudam a neutralizar o impacto das corridas, caminhadas e saltos, protegendo as articulações dos animais. São, ainda, a parte na qual os cães e gatos fazem a regulação térmica. Mas como estar atento às anormalidades e evitar que o nosso pet passe por um problema? Como cuidar da saúde das patinhas?

- PUBLICIDADE -

O médico-veterinário e professor de Clínica Médica de Pequenos Animais da UniAvan, Dr. Danilo Aires Chiminelli Júnior, explica que os coxins, que são as partes mais fofinhas das patas, são definidos como a porção de pele mais resistente de cães e gatos e possuem função de sustentação do peso do animal e proteção contra força de tração e de atrito. “Também têm função de termorregulação, fazendo isolamento térmico em contato com o ambiente, e ainda pela sudorese, sendo o local por onde os cães e gatos suam”, discorre. 

A aparência de coxins normais, segundo o profissional, é macia e uniforme. “Não é comum haver rugosidade ou, ainda, ser quebradiço e seco. Um pet sadio e nutricionalmente em dia terá seus coxins macios, porém, há adversidades no ambiente, com diversos desafios diários, e nós podemos ajudar a manter a saúde dos coxins com uma hidratação contínua e específica. Há produtos com elementos apropriados para uso nessas partes mais queratinizadas”, indica.

Outro cuidado lembrado pelo veterinário é a nutrição adequada. “Caso necessário, um veterinário pode recomendar a suplementação de óleos, com produtos com zinco, selênio e ômegas para melhorar a pele. É sempre bom fazer uma revisão com o veterinário para investigar se não há uma dermatopatia envolvida, principalmente alérgicas. Eu chamo atenção para lambeduras de patas frequentes, que duram o ano inteiro. Elas devem ser observadas por um profissional”, destaca. 

Não é comum haver rugosidade ou, ainda, os coxins serem quebradiços e secos. Um pet sadio e nutricionalmente em dia terá seus coxins macios
(Foto: reprodução)

Hidratação

Os coxins podem precisar de hidratação, assim como a pele dos animais. “Nos gatos, os coxins são mais sensíveis e não são adeptos a qualquer tipo de medicamento, além do que os gatos ainda fazem a limpeza com a língua, por isso precisam ser produtos específicos para felinos e vir acompanhados de um tempo de secagem para evitar a ingestão. Mas, normalmente, os felinos precisam de menos cuidados do que os cães”, comenta.

Para a hidratação, Danilo cita que é importante levar em conta que produtos para humanos são diferentes dos produtos para pet. “Até pela composição do PH. Nos seres humanos é mais ácido, enquanto nos cães, por exemplo, tende a ser neutro. Ao utilizar produtos para pessoas, pode alterar o PH da pele, precipitando algumas doenças, principalmente em disbioses”, alerta.

O docente ainda declara que a limpeza também precisa ser feita de maneira adequada, somente com água e sabão neutro, para evitar a retirada da queratina, que faz a proteção natural. “Pelo mesmo motivo, é preciso evitar produtos secativos, como o álcool, que vão fazer com que haja a desidratação dessas células”.

E mesmo em relação aos produtos direcionados a cães e gatos, é preciso de recomendação veterinária. “Porque nem sempre os produtos que estão no pet shop são os mais indicados. Alguns produtos são lançados, mas se usados de maneira inadequada podem causar reações adversas”, salienta. 

O profissional ainda elucida que a pele dos coxins é suscetível a ressecamento, principalmente, em dias mais quentes e em terrenos mais ásperos e abrasivos. “Porém, alterações persistentes de cor e textura podem necessitar de uma atenção veterinária, pois podem ser uma dermatopatia, como a deficiência de uma vitamina ou até mesmo uma doença de pele. O coxim é uma parte da pele que está direto em contato com o chão. O uso de produtos de limpeza pode interferir, ainda mais aqueles que são mais cáusticos, como água sanitária. Então, é melhor evitar”, sugere. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Vantagens do mix feeding no tratamento da obesidade em cães

Campanha Dezembro Laranja aborda a prevenção do câncer de pele

Vira-lata caramelo: veterinária comenta favoritismo por cães sem raça definida, especialmente dessa cor

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!