Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

MSD Saúde Animal leva solução para leishmaniose em simpósio

XXIV Simpósio Internacional de Leishmaniose Visceral Canina será em novembro
Por Equipe Cães&Gatos
Por Equipe Cães&Gatos

Nos dias 25 e 26 de novembro será realizado o XXIV Simpósio Internacional de Leishmaniose Visceral Canina, em Belo Horizonte (MG), evento realizado pelo Brasileish, grupo de estudos dedicado à enfermidade. 

Como todo ano, a MSD Saúde Animal estará presente com a Scalibor, coleira à base de deltametrina a 4%, destinada à prevenção dessa enfermidade para cães, e, neste ano, disponibilizará para os médicos-veterinários uma palestra técnica sobre o produto da companhia. 

Além disso, no estande, os profissionais poderão ter acesso a informações sobre a doença e a coleira antiparasitária, e uma ativação especial da marca Bravecto, o Bravecto Experience, iniciativa que, por meio de óculos de realidade virtual e aumentada, mostra o caminho do antipulgas e carrapatos no corpo do animal.  

“Fazemos questão de estarmos presentes todo ano nesse evento para levarmos cada vez mais informações atualizadas para os médicos-veterinários, que são pilares importantes na conscientização e formas de prevenção da leishmaniose visceral canina. A enfermidade é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida dos animais para os humanos, e quando protegemos nossos pets, estamos protegendo também a comunidade. Neste ano, adicionamos uma ativação do Bravecto para mostrar a importância de fazer uma proteção completa, também pensando na prevenção de pulgas e carrapatos” explica a gerente de Produto da Unidade de Negócio Pet da MSD Saúde Animal, Diane Braggio.

O estande estará disponível nos dois dias de evento. Já a palestra “Scalibor: há mais de 20 anos aliada da ciência na prevenção à Leishmaniose Visceral” acontece no dia 26 de novembro, das 15h50 às 16h10, e conta com a médica-veterinária, Bárbara Duarte, coordenadora Técnica Pet da MSD Saúde Animal.

Produtos serão destacados durante participação no simpósio, no final de novembro (Foto: reprodução)

A leishmaniose visceral canina é uma doença infecciosa causada por parasitas do gênero Leishmania, transmitidos principalmente por meio da picada de um flebótomo, que são mosquitos pequenos de hábito crepuscular e noturno. A transmissão para as pessoas acontece, principalmente, quando elas são picadas por esses mosquitos portadores da Leishmania, que podem ter se contaminado anteriormente ao se alimentarem do sangue de animais positivos. 

Por isso, podemos observar que o cão não transmite a doença diretamente para as pessoas, mas é o principal reservatório doméstico, e está aí a importância dos cuidados de prevenção com o pet.

O médico-veterinário é o profissional responsável por conscientizar a população dentro e fora da clínica veterinária, levando a informação da importância de prevenir a doença nos pets, o que, consequentemente, impacta na prevenção da enfermidade nos humanos.  Para isso, ele deve recomendar o uso de produtos tópicos com ação repelente, como a coleira antiparasitária para cães à base de deltametrina. Concluindo, a zoonose necessita de extrema atenção da Saúde Única, já que cuidando dos nossos animais de estimação, estamos cuidando também das pessoas que convivem com ele.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

“Salsichas” demandam cuidados com coluna e sobrepeso

Conheça quatro doenças oculares mais comuns em cães

Sinais de que seu pet ficou mal acostumado na pandemia

Compartilhe este artigo agora no