Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Nasce filhote de zebra em bioparque em Santa Catarina

Animal nasceu em janeiro e fato é considerado pouco comum no Brasil
Por Equipe Cães&Gatos
zebra
Por Equipe Cães&Gatos

Ela tem poucos meses de vida, mas já chama atenção de quem passa pelo Bioparque Zoo Pomerode (SC). Nascida em janeiro, a filhote de zebra representa um nascimento incomum no Brasil. “Existem poucos casais formados em idade reprodutiva e, por isso, esse nascimento é pouco comum”, explica a bióloga Priscila Weber Maciel.

Para que esse nascimento fosse possível de forma natural e de acordo com os instintos dos animais, a equipe do bioparque adotou uma série de ações. O primeiro passo foi a aproximação do casal em seu habitat e o monitoramento constante para garantir o bem-estar de ambos juntos. “Foram 12 meses de gestação e, durante esse período, a fêmea foi acompanhada quanto ao aumento do escore corporal e maior consumo de alimento, sendo assim, adotada uma oferta de dieta adequada às suas necessidades, ajustes do ambiente, entre outros cuidados”, conta a bióloga, que adiciona que o acompanhamento foi diário e constante até as semanas próximas ao parto, quando foram ampliados os cuidados com a fêmea e a filhote.

O Zoo Pomerode abriga quatro zebras, incluindo a mãe e a filhote (Foto: divulgação Bioparque Zoo Pomerode)

A zebra nasceu de forma natural em 19 de janeiro. Ela e a mãe passaram a ser monitoradas 24 horas por dia. A filhote possui boa saúde, se alimenta bem com leite materno e, há algumas semanas, ela já vem comendo capim, alfafa e ração, e tem se desenvolvido de forma natural, com o auxílio da mãe. “As duas foram mantidas em uma área anexa ao ambiente das zebras, para permitir o seu desenvolvimento e cuidados maternos sem a interferência das outras zebras. Agora, neste momento que ela está um pouco mais desenvolvida, foi possível fazer a junção com os outros animais”, explica.

O Zoo Pomerode abriga quatro zebras, incluindo a mãe e a filhote. A aproximação de ambas com os outros dois representantes da espécie foi feita de forma gradativa e com monitoramento constante para assegurar a compatibilidade entre eles. Para garantir um desenvolvimento natural da espécie, a equipe técnica do bioparque optou por não verificar peso e medidas da zebrinha nesse primeiro momento. A aferição deve ser realizada com ela já em fase de crescimento. “Há mais de 90 anos, nós focamos na conservação e preservação de animais ameaçados, exóticos e silvestres. Esse trabalho tem sido fundamental para o desenvolvimento de espécies e o cuidado delas”, acrescenta.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Quais os principais problemas oculares que afetam os pets?

Sindan e CFMV firmam parceria para combate à pirataria de medicamentos 

Faculdade Una realiza atendimentos veterinários em Pouso Alegre (MG)

Compartilhe este artigo agora no