in

Neste Dia do Voluntariado, Vetnil destaca trabalho realizado pela ONG INATAA

Entidade proporciona melhorias na saúde física, emocional e mental de crianças e idosos

Instituído no Brasil há mais de 35 anos, o Dia Nacional do Voluntariado é comemorado em 28 de agosto e tem como propósito homenagear os que se dispõe a ajudar em uma causa ou atividade, sem retorno financeiro. São todos aqueles que doam seu tempo e suas habilidades a um projeto que resulte em benefícios para a sociedade de forma geral. Por isso, a Vetnil, parceira de quem cuida e uma das maiores empresas do setor veterinário, aproveita as comemorações da data para destacar o trabalho do Instituto Nacional de Ações e Terapias Assistidas por Animais (INATAA), uma das ONG’s assistidas pelas ações de responsabilidade socioambiental da companhia e que conta com o cão e seu tutor no papel do voluntário.

A história do INATAA teve início em 2008, quando o encerramento da antiga ONG Organização Brasileira de Interação Homem-Animal Cão Coração (OBIHACC) levou seus voluntários a darem continuidade aos projetos das áreas de terapia e atividades assistidas por animais, fundando uma nova entidade. Atualmente, profissionais de diversas áreas e voluntários, com ou sem cães, trabalham na administração, formação e atendimento terapêutico.

Referência em intervenções assistidas por animais, centenas de pessoas, entre idosos, adultos, adolescentes e crianças, assim como seus familiares, já se beneficiaram das ações promovidas pelo Instituto em asilos, abrigos, casas de passagem, empresas e hospitais.

“Fazemos um rigoroso processo de seleção dos cães que atuarão como coterapeutas. Eles passam por avaliações físicas, psicológicas e de comportamento. Os aprovados recebem cuidados especiais e, nesse momento, a contribuição da Vetnil é fundamental para garantir que estejam fortes e saudáveis. Os tutores desses cães também passam por um processo de formação que os adaptam para frequentar ambientes e lidar com os assistidos que, muitas vezes, estão em estado de fragilidade física e emocional. Todos os trabalhos realizados pelos cães são acompanhados por adestradores e profissionais das áreas de saúde”, explica a veterinária do INATAA, responsável pelas parcerias da instituição, Cristiane Fraga.

“Nossa parceria envolve a doação mensal de medicamentos, vermífugos e suplementos aos cães ativos e aposentados, que fazem ou fizeram parte do quadro de coterapeutas do INATAA. Para estarem aptos a realizar um trabalho de tamanha responsabilidade, eles precisam estar com a saúde em dia, por isso, entendemos que essas seriam nossas maiores contribuições. Este ano, patrocinaremos também o calendário dos cães terapeutas, com fotos dos cães voluntários, que será comercializado para arrecadação de verbas à entidade”, destaca o diretor de Marketing e Novos Negócios Vetnil, Cristiano de Sá.

INATAA é referência em intervenções assistidas por animais (Foto: reprodução)

Entre os trabalhos de Intervenção Assistida por Animais (IAA) desenvolvidos pelo Instituto estão as modalidades de Atividade Assistida por Animais (AAA), uma interação informal planejada, com finalidade motivacional, educacional e recreativa; Terapia Assistida por Animais (TAA), um procedimento terapêutico conduzido por profissionais de saúde, para melhora da saúde física, emocional e cognitiva; e a Educação Assistida por Animais (EAA), intervenção com objetivos claros, conduzida por profissionais de educação.

“Para participar dessas atividades, vale ressaltar que os cães precisam ter um certo perfil comportamental, serem dóceis, gostarem de pessoas e outros cães. Buscamos, em cada projeto, trabalhar o amor incondicional, tanto entre os pets e seus tutores, quanto entre esses animais e as pessoas assistidas. É um trabalho muito gratificante”, conclui Cristiane.

Para os interessados em contribuir com o trabalho do INATAA, a instituição aceita doações de quantias, que podem ser feitas via PIX, depósitos em conta, transferências bancárias, boletos e cartão de crédito. É possível também contribuir adquirindo os produtos Bicho é Terapia, na loja online, ou até mesmo se tornando voluntário em diferentes áreas do Instituto.

Para mais informações sobre a ONG e como ajudar, acesse o site.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Microchip em cães e gatos de estimação: qual o impacto na Saúde Pública?

Cadela que auxiliou o Corpo de Bombeiros em Brumadinho (MG) se aposenta

Sopro cardíaco pode comprometer a qualidade de vida dos animais de companhia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

campanha de castração UniEduk

Hospital Veterinário de universidade abre inscrições para campanha de castração

características dos gatos

Apesar de independentes, gatos ainda precisam de cuidados de seus tutores