in

Novo projeto do CRMV-SP visita faculdades de Medicina Veterinária e Zootecnia

Objetivo é estimular o aprimoramento dos cursos de graduação e orientar os alunos sobre o mercado

Como extensão das atividades do CRMV Escuta, ação do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), foi iniciado um dos projetos defendidos pela atual gestão, que completa 100 dias, e que prevê o fortalecimento do vínculo com instituições educacionais a fim de estimular o aprimoramento dos cursos de graduação e a orientação dos alunos para o mercado de trabalho.

A agenda de visitas do Regional às faculdades contemplou, no dia 08 de dezembro, o Centro Universitário do Norte Paulista (Unorp), Centro Universitário de Rio Preto (Unirp) e União das Faculdades dos Grandes Lagos (Unilago).

Proposta pela Comissão Técnica de Educação do CRMV-SP, cujo presidente é o médico-veterinário Fabio Manhoso, que também atua como vice-presidente da autarquia, a iniciativa será desenvolvida a partir de visitas aos coordenadores para abertura de diálogo sobre os desafios e a busca por ferramentas que possam mapear e atender as expectativas dos futuros profissionais.

“Essa é uma oportunidade de oferecer o apoio institucional do Conselho ao aprimoramento das instituições, disponibilizando de toda a expertise dos profissionais que compõe as comissões, as equipes das coordenadorias jurídica e técnica, além da estrutura física da sede para realização de encontros presenciais de atualização, assim como palestras de orientação feitas aos alunos nas faculdades”, ressaltou Manhoso.

A partir da primeira visita feita aos coordenadores de São José do Rio Preto, Fábio Manhoso confirma que para 2022 já está previsto a realização pelo Conselho de um encontro para reunir todos os coordenadores de faculdades do estado de São Paulo. O vice-presidente enfatizou, ainda, que o intuito é “transformar as diferenças em pontes para troca de experiências que fortaleçam as profissões”.

Para os envolvidos, instituir um diálogo com os coordenadores de cursos pode ser um divisor de águas que beneficiará todos os envolvidos (Foto: reprodução)

Responsabilidade Técnica

A tesoureira do CRMV-SP e presidente da Comissão de Responsabilidade Técnica, Rosemary Viola Bosch, integrou o grupo durante as visitas e reforçou a importância da educação continuada como a principal “estratégia de desenvolvimento profissional capaz de atender as exigências de um mercado cada vez mais competitivo”.

Para Rosemary, a experiência de instituir um diálogo com os coordenadores de cursos pode ser um “divisor de águas que beneficiará todos os envolvidos”, uma vez que será possível definir atividades a partir da demanda apontada por cada instituição. “Esse contato amplia nossa sensibilidade para compreender o cenário no qual estamos inseridos e, certamente, vai direcionar com efetividade as práticas de orientação e atendimento aos colegas e à sociedade”, afirmou.

O secretário-geral do CRMV-SP, Fernando Gomes Buchala, que reside em São José do Rio Preto, acompanhou as visitas feitas às instituições locais. “A receptividade dos colegas demonstra o nível de comprometimento com a formação profissional e sinaliza que todas as atividades do Conselho serão impactadas pela iniciativa de aproximação”, declarou.

Coordenadores

A agenda de visitas foi iniciada pela Unorp, cuja coordenadora do curso de Medicina Veterinária, Roselena Nunes da Silveira, apresentou as instalações e a reitoria à comitiva do CRMV-SP. A profissional ressaltou sua expectativa com “as inúmeras oportunidades que surgirão a partir dessa união” reforçando que “a proposta vai ao encontro da nova realidade que os alunos precisam vivenciar desde a graduação”.

Na sequência, o grupo foi recepcionado pelo diretor do Hospital Veterinário da Unirp, Halim Atique Netto, e respectivas coordenadoras dos cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia. “O encontro foi uma oportunidade de apresentar ideias, discutir as experiências práticas e avaliar como potencializar o conhecimento na rotina profissional por meio de conhecimento técnico e conduta ética que traga aprimoramento e competitividade nas inúmeras áreas de atuação dos médicos-veterinários e zootecnistas”, destacou.

Encerrando os encontros, os representantes do CRMV-SP visitaram as instalações da Unilago, que foram apresentadas pela coordenadora da Clínica Veterinária, Josiane Moraes Pazzini. “É com muita alegria que vislumbro a possibilidade de unir esforços com a equipe do CRMV-SP na construção de uma profissão cada dia mais consciente de sua responsabilidade na saúde dos animais e da população em geral”.

Fonte: CRMV-SP, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Falta de políticas públicas contribui para número de animais abandonados no Brasil

CRMV-SP passa a realizar evento único para premiação de veterinários e zootecnistas

Câncer de pele em pets: como prevenir, tratar e saber a hora certa para a eutanásia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

alergia alimentar

Royal Canin traz ao Brasil novo alimento para pets com hipersensibilidade alimentar

Animal Planet

Animal Planet comemora festas de final de ano com programações especiais para para quem tem pet