Cães e gatos logo

Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

O que fazer quando o pet pede a comida do tutor?

Profissional explica o que os tutores devem fazer para que o animal se comporte na hora das refeições
Por Equipe Cães&Gatos
alimentação
Por Equipe Cães&Gatos

Quem possui animal de estimação, provavelmente, já deve ter se deparado com aquele momento em que o pet fica observando enquanto você ingere um alimento. O olhar do animal costuma ser tão fixado que causa um momento de fofura ou incômodo. Mas, afinal, por que isso acontece? 

De acordo com a médica-veterinária e professora doutora do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Cesuca, Alessandra Ventura da Silva, o cheiro do alimento e o fato de mastigarmos algo despertam a curiosidade do animal. “Como faz parte da matilha, o pet sempre acredita que pode haver um pedaço para ele, caso o dono tenha o hábito de dividir a comida”, diz. 

Para evitar que isso ocorra, é importante desviar o olhar, não falar com o pet e seguir a alimentação de forma natural durante a refeição. “Precisamos lembrar que é para a saúde do pet que negamos alimentos na hora de nossas refeições, pois são alimentos inapropriados ou com excesso de calorias, que podem ocasionar diversos problemas de saúde”, frisa.  

Se há o hábito de compartilhar alimentos em qualquer momento, desde um lanche a um almoço ou jantar, e o tutor tomar ciência disso, a hora é de tirar o hábito para evitar doenças graves como a obesidade.  

Alguns alimentos são proibidos para os animais, como a cebola, assim como alimentos com excesso de sal ou outros também tóxicos (Foto: reprodução)

Mesmo assim, há quem acredite que negar um pedaço de alimento para o pet pode deixá-lo doente, porém, o mais provável é que ele adoeça se o tutor oferecer. “Alguns alimentos são proibidos para os animais, como a cebola, que é utilizada comumente para temperar nossas refeições, assim como alimentos com excesso de sal ou outros também tóxicos”, acrescenta. 

Ventura diz que o hábito de pedir alimentos não é exclusivo a uma raça, ou seja, não há raças mais suscetíveis a nos observar durante a nossa refeição. Mas, há algumas mais glutonas, que sempre querem comer, como o Golden Retrievers, Labradores e Buldogues Ingleses. “cães que trabalham com o ser humano também possuem essa necessidade de observar com maior frequência, mas não para se alimentar e sim para trabalhar, como é o caso do Border Collie e Australian Cattle Dog”, conta.  

Por fim, a professora do curso de Medicina Veterinária do Cesuca ressalta que: “Mudar os hábitos de oferecer alimentação em excesso e que não é recomendada para animais é extremamente importante para evitarmos o aumento dos pets com obesidade. Essas doenças crônicas são graves, de difícil manejo e acarretam diversos outros problemas de saúde que encurtam o tempo de vida dos bichanos para nós os observarmos”. 

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Como manter a saúde oral do pet em dia?

Campanha doa alimentos nutritivos a cães e gatos de rua no inverno

Qualittas promove WebAulas gratuitas sobre Nefrologia e Urologia

Compartilhe este artigo agora no