in

Para conquistar clientes, veterinário requer empenho, planejamento e capacitação

Atendimento humanizado faz a diferença para que a clientela confie o pet ao profissional

Lidar com clientes não é uma tarefa fácil em nenhuma profissão, já que, na maioria das vezes e principalmente na Medicina Veterinária, não se aprende a lidar com pessoas, de fato, na graduação. No entanto, para que uma clínica ou hospital veterinário alcance o sucesso, a principal missão é a fidelização da clientela.

A médica-veterinária e consultora de Negócios do Sebrae, Jane Mary Albinati Malaguti, explica que fidelizar é ganhar o coração do cliente, é ter um espaço reservado na sua mente. “E, para isso, é preciso ter um bom posicionamento profissional para ser lembrado, recomendado e reconhecido como o médico do animal de estimação do cliente. Esta relação de confiança que se estabelece entre cliente, o pet e médico-veterinário é conquistada por meio de muito profissionalismo, ética, qualidade e um atendimento diferenciado”, diz.

Sendo assim, ela dá algumas dicas:

  • Desenvolva o seu diferencial – Como você gostaria de ser reconhecido?
  • Desenvolva o seu nicho de mercado e trabalhe para ser a referência nele;
  • Esteja pronto para atender bem e se interessar sinceramente pelo seu paciente. Conheça as “dores” e preocupações dos tutores para propor soluções e alternativas (um tratamento complementar, por exemplo, e acompanhe de perto os resultados);
  • Tenha sempre um cadastro completo e atualizado dos animais que chegam até a clínica. Se possível, anexar com fotos, imagens, informações complementares. Isto pode ser um mapa de informações para lançamento de novos produtos ou serviços;
  • Crie o seu diferencial de atendimento. Em que você se diferencia? Que competências e especializações podem contribuir para o bem-estar dos animais que chegam à sua clínica?  
  • Saiba utilizar-se das redes sociais para fazer sua network, postar informações relevantes aos clientes e divulgar o seu negócio;
  • Atualize-se e busque sempre novas oportunidade no mercado em tratamentos, procedimentos, técnicas que venham a contribuir com o atendimento do animal;
  • Lembre-se: o seu paciente é um membro de família valioso e seus tutores não se esforçam para prover o melhor atendimento veterinário, tratamento, alimento, entretenimento.

Além disso, segundo Jane, o atendimento humanizado é sempre valorizado. “Uma ligação para saber se o atendimento foi adequado, para acompanhar o estado do animal que passou por algum procedimento, demonstra cuidado e atenção. Traz conforto e fortalece relações de confiança. Os tutores também gostam de ser mimados”, comenta.

O médico-veterinário, cirurgião dentista, especializado em Marketing pela FIA (Fundação Instituto de Administração) e professor da Universidade de São Paulo (USP), Marco Antônio Gioso, diz que, para fidelizar o cliente, é preciso se basear em três pilares: A técnica de diagnóstico e tratamento; a personalidade do médico-veterinário – seu jeito, inclusive com o cliente; e a gestão da carreira.

Clique aqui para ler, gratuitamente, a reportagem em nossa revista on-line e confira as outras dicas dos profissionais.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Médica-veterinária atua na linha de frente da pandemia e revela como foi a experiência

Médico-veterinário explica como os tutores de gatos devem lidar com a gripe felina

Animais ameaçados de extinção perdem espaço para o gado e soja, no Cerrado e na Amazônia

(Foto: C&G VF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

coleira inseticida

Leishmaniose: Estudos indicam que para cada caso em humanos, existem 200 cães infectados

peito escavado

Pets com peito escavado podem ter uma vida normal com acompanhamento profissional