in

Pesquisa: pets foram fundamentais para a saúde mental dos tutores durante a quarentena

Menos estresse e maior aproximação com o animal de companhia são os frutos desse período

A American Pet Products Association (APPA) realizou uma pesquisa que foi divulgada pela Boehringer Ingelheim nos Estados Unidos que indica que a quarentena decorrente das medidas contra a Covid-19 tornou-se mais aceitável com a companhia de pets em casa. Além disso, mostra que os índices de novas adoções naquele País estão crescendo.

De acordo com o estudo intitulado The APPA COVID-19 Pulse Study: Pet Ownership During The Pandemic, 72% dos tutores de pets concordam que a convivência frequente com seus animais de estimação ajudou a reduzir o estresse e aumentar o senso de bem-estar durante a quarentena. Além disso, 70% afirmam que passaram a ficar mais tempo com os pets e 60% se sentem mais conectados a eles. Outro dado interessante, e fundamental para a melhora do sistema imunológico das pessoas, é que 39% afirmam que estão se exercitando mais junto aos seus pets neste período.

“Esse estreitamento das relações entre pessoas e pets tem sido essencial como suporte emocional para ambos nesse período tão difícil. O reconhecimento desse importante papel dos pets tem, também, impulsionado as pessoas a quererem conhecê-los melhor e fazerem mais por eles. Isso é fantástico e já percebemos o reflexo disso em uma maior busca por serviços veterinários, inclusive na área do comportamento”, explica a médica-veterinária comportamentalista do PSICOVET Centro, um espaço veterinário instalado em São Paulo (SP) totalmente dedicado ao comportamento dos pets, Dra. Daniela Ramos.

A relação com o trabalho também mudou. A quarentena em casa e adoção do home office incentivou 13% dos entrevistados a mudarem de emprego durante a pandemia. Outro dado importante é que muitos já se preocupam com a volta ao cotidiano pré-pandemia: 55% das pessoas dizem se sentir culpadas em deixar o animal de estimação sozinho em casa na volta ao trabalho nas empresas e 38% estão propensas a adquirir um novo pet para fazer companhia, ao seu outro pet, durante a sua ausência depois que a pandemia acabar.

pesquisa quarentena
Para se ter um ambiente familiar saudável, é muito importante, por exemplo, mantê-lo livre de pulgas e carrapatos (Foto: reprodução)

Ambiente saudável para humanos e pets.

A Boehringer Ingelheim acredita no conceito de “One Health”, ou “Saúde Única”, em que animais saudáveis são fundamentais para um ambiente com pessoas saudáveis, já que a saúde dos pets está interligada à saúde das pessoas por meio do convívio diário e da Saúde Pública Veterinária. É nesse contexto que as soluções da empresa evitam e combatem doenças dos animais que afetam as pessoas.

A empresa chama atenção para o fato de que, para se ter um ambiente familiar saudável, por exemplo, é muito importante mantê-lo livre de pulgas e carrapatos. Para evitar esse tipo de problema, a Boehringer Ingelheim Saúde Animal dispõe os antiparasitários Frontline, para cães e gatos, e o Nexgard, apenas para cães, que eliminam pulgas e carrapatos e ajudam no controle ambiental e conforto da casa.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Entender o processo de luto dos animais demanda paciência e atendimento especializado

CRMV-SP alerta para a importância do diagnóstico precoce de glaucoma e catarata

Raiva ainda é uma zoonose que deve estar no radar de órgãos de governo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

fábrica Purina

Nestlé Purina investe em ampliação de fábrica localizada em Ribeirão Preto (SP)

webinar Avert

Avert Saúde Animal realiza webinar sobre o uso de betaglucanas na clínica de cães e gatos