in

Plenária do CFMV escolhe o vencedor da Comenda Muniz de Aragão 2021

Encontro também estabeleceu mudanças na revista CFMV, entre outros assuntos debatidos

A 347ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) escolheu, por unanimidade, o médico-veterinário militar que será agraciado com a Comenda Muniz Aragão em 2021. Ao todo, 15 profissionais foram indicados pelos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (CRMVs) da Bahia, do Rio Grande do Norte, do Ministério da Defesa e do Exército Brasileiro. 

A outorga foi instituída pela Resolução CFMV nº 1291, de 24 de setembro de 2019 e é conferida anualmente, em 17 de junho, Dia da Medicina Veterinária Militar Brasileira, a médicos-veterinários militares que prestaram relevantes serviços à Medicina Veterinária Militar Brasileira e ao fortalecimento da Veterinária Militar.

Realizada na sede da autarquia, em Brasília (DF), nos dias 25 e 26 de maio, a plenária apreciou o boletim financeiro do CFMV e o relatório de atividades da Comissão de Tomada de Contas (CTC).

Durante a abertura, o gabinete da Presidência informou que já foram realizadas as primeiras reuniões dos grupos de trabalho (GT) criados na última Câmara Nacional de Presidentes (CNP): Vigilância Sanitária, Atendimento Domiciliar e Estabelecimentos Agropecuários. O presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti de Almeida, aproveitou para anunciar que a próxima CNP será em junho, em Brasília, e a cerimônia de entrega da Comenda Muniz de Aragão deverá encerrar o evento. 

Na agenda política, os diretores relataram as reuniões articuladas com o Ministério da Saúde e a Secretaria Geral da Presidência da República para reivindicar a priorização dos médicos-veterinários nos grupos prioritários de vacinação contra Covid-19.

Na área de educação, o presidente do CFMV destacou o encontro com diretor do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) para iniciar o diálogo e estreitar a relação entre os órgãos visando aprimorar a avaliação dos cursos de graduação de Medicina Veterinária e de Zootecnia.  

Plenária apreciou o boletim financeiro do CFMV e o relatório de atividades da Comissão de Tomada de Contas (Foto: divulgação)

Regionais.

Foram avaliadas as prestações de contas do CRMV-MS referente ao exercício de 2019, e dos eventos que receberam apoio financeiro do CFMV. Um foi o 40º Congresso da Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais (Anclivepa Brasil), realizado em Brasília em 2019 pelo CRMV-DF. Os outros foram organizados virtualmente pelo CRMV-PR em 2020: Simpósio Internacional de Saúde Única & III Simpósio Paranaense de Saúde Única. Foi analisada também a reformulação orçamentária do CRMV-CE relativa ao exercício de 2021.

Revista CFMV.

Na abertura do segundo dia da plenária, o presidente Conselho Editorial de Revista do CFMV, do Cícero Pitombo, apresentou algumas mudanças que irão acontecer na publicação do Conselho, tornando-a mais digital, acessível e interativa. “A revista é um meio de comunicação dinâmico. Procuramos sempre trabalhar com momentos importantes das nossas profissões e mercado de trabalho. O Conselho Editorial objetiva o dinamismo, atemporalidade, atualidades, além de artigos de opinião e espaço de divulgação dos Regionais”, detalhou Pitombo.

Fonte: CFMV, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Entender o processo de luto dos animais demanda paciência e atendimento especializado

CRMV-SP alerta para a importância do diagnóstico precoce de glaucoma e catarata

Raiva ainda é uma zoonose que deve estar no radar de órgãos de governo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

projeto Mucky

Instituição que ampara primatas vítimas de maus-tratos foi abalada por conta da pandemia

carta WSAVA

WSAVA divulga carta de bem-estar animal a instituições e veterinários