Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Profissional dá dicas essenciais para férias seguras e divertidas com os pets

Para a prevenção de parasitas, produtos como das famílias Frontline e NexGard, da Boehringer Ingelheim, são recomendados
Por Equipe Cães&Gatos
foto-viagem
Por Equipe Cães&Gatos

À medida que o recesso de final de ano se aproxima, muitos tutores de pets planejam incluir seus animais de estimação nas viagens de férias. Com a crescente tendência de levar pets em viagens, tanto de carro quanto de avião, é necessário adotar medidas específicas para garantir a segurança e o conforto dos pets.

Segurança na estrada

Quando a viagem é feita de carro, especialistas recomendam o uso de caixa de transporte ou cintos de segurança adaptados para pets. A veterinária e gerente técnica da Boehringer Ingelheim, Karin Botteon, aconselha que os animais sejam transportados no banco traseiro, fora do colo dos passageiros em caixa de transporte ou quando não possível, que utilizem cinto de segurança específico para animais. Além disso, sugere paradas regulares a cada duas horas para que os pets possam atender às suas necessidades fisiológicas. A dica final é para que se evite alimentar o animal durante a viagem, prevenindo enjoos e desconfortos intestinais. 

Viagens de avião

É importante estar atento à presença de parasitas como vermes, sarna, pulgas e carrapatos, que podem ser mais prevalentes em ambientes com bastante natureza (Foto: reprodução)

Para viagens aéreas, a maioria das companhias permite que animais de até 10 kg acompanhem seus tutores na cabine. Dra. Karin enfatiza a necessidade de documentação atualizada, incluindo a carteira de vacinação e o “Atestado Sanitário para o trânsito de cães e gatos” que deve ser preenchido e assinado pelo médico-veterinário responsável. As especificações para caixas de transporte em cabines de avião também devem ser verificadas, pois variam entre as companhias. 

Cuidados no destino

Ao chegar ao destino, é crucial proporcionar ao pet um espaço confortável. A veterinária sugere preparar o animal para a viagem com treinamentos na caixa de transporte e/ou no carro com reforços positivos por meio de passeios, petiscos e brincadeiras nos dias ou meses anteriores à partida. Além disso, é importante estar atento à presença de parasitas como vermes, sarna, pulgas e carrapatos, que podem ser mais prevalentes em ambientes com bastante natureza ou com alta frequência de outros pets. 

Prevenção contra parasitas

Para a prevenção de parasitas, produtos como das famílias Frontline e NexGard, da Boehringer Ingelheim, são recomendados. A família Frontline é indicada para cães e gatos e está disponível em pipetas e spray, sendo eficaz contra pulgas e carrapatos. Já os produtos da família NexGard são produtos orais na forma de tabletes mastigáveis para cães adultos e filhotes de no mínimo 2 quilos de peso e 2 meses de idade. O NexGard é indicado contra pulgas e carrapatos e NexGard Spectra oferece proteção contra sarna, pulgas, carrapatos e até vermes.

Aplicar o antiparasitário escolhido alguns dias antes da viagem é aconselhável, seguindo as orientações do médico-veterinário. Com essas medidas de precaução e cuidado, os tutores podem assegurar uma viagem de férias segura e prazerosa tanto para eles quanto para seus pets.

Fonte: Boehringer Ingelheim, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Como reconhecer medicamentos veterinários falsos?

Estudo com veterinários portugueses alerta para a saúde mental

Personalidades participam de leilão beneficente contra abandono de animais

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!