Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Quedas repentinas de temperatura podem afetar articulações dos pets

A exposição ao clima mais frio deve acender sinal de alerta nos tutores
Por Equipe Cães&Gatos
foto-frio
Por Equipe Cães&Gatos

Os problemas nas articulações dos pets podem acontecer por diversos motivos, mas um deles merece atenção de tutores e veterinários: períodos de temperatura mais baixa. Apesar de as dores serem mais comuns nessas condições, é importante ressaltar que o frio, por si só, não provoca novos problemas nos músculos, ossos e articulações de cães e gatos, mas é capaz de fazer com que os sintomas já existentes nos animais, principalmente idosos e com doenças ortopédicas, piorem consideravelmente. “Os principais causadores de problemas articulares são quedas, impactos mais fortes e escorregões. Porém, essas questões são intensificadas nos dias de queda de temperatura”, explica a médica-veterinária da Pearson Saúde Animal, Suzana Melo.

Entre as condições mais comuns, se destacam artroses, artrites e doenças osteoarticulares crônicas, muitas vezes decorrentes de problemas genéticos. “Os indícios dessas enfermidades são facilmente identificados pelos tutores, visto que em caso de dor os pets tendem a evitar certos movimentos, principalmente pulos, subidas de escadas e até ficar em duas patas. Também há animais que podem apresentar ganidos de dor, tremores, medo súbito, perda de apetite e desânimo”, alerta Suzana.

O frio tem ligação direta com esses problemas, pois o corpo realiza contrações musculares destinadas a gerar calor, as quais, frequentemente, podem sobrecarregar as articulações. Isso acontece quando o corpo do pet faz a vasoconstrição, ou seja, a redução do fluxo sanguíneo para retenção de calor – o que diminui a lubrificação presente nas articulações, tornando mais difícil a movimentação.

Frio tem ligação direta com problemas como artroses, artrites e
doenças osteoarticulares crônicas (Foto: reprodução)

Infelizmente, os tutores não podem evitar o aparecimento desses problemas, mas é preciso tratá-los, o que geralmente não requer processos invasivos. A colocação de pisos antiderrapantes, sessões de acupuntura e alimentação adequada somada à suplementação são fortes aliados do bem-estar dos peludos.

Como apoio à dieta equilibrada, os tutores podem utilizar Nutricore Move, produto da Pearson Saúde Animal que incentiva a lubrificação articular, visto que contém em sua composição colágenos tipo I e II, que auxiliam na firmeza nos ligamentos, contribuindo com a manutenção da função das articulações, e manganês, antioxidante essencial para o funcionamento dos tecidos conectivos.

Fonte: Pearson Saúde Animal, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Prolongue a vida do seu pet com estas cinco dicas

Mauricio de Sousa e Dr. Pet ensinam como cuidar de um cãozinho

Nutrição é ponto-chave na preservação e tratamento da saúde renal em pets

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!