in

Royal Canin dá dicas de como transportar os gatos de forma segura e sem estresse

Campanha “Meu Gato no Vet” fala sobre a importância de levar os felinos ao veterinário

Os check-ups preventivos são muito importantes para os gatos, pois podem detectar problemas na saúde geral dos felinos antes mesmo dos sintomas serem perceptíveis. No entanto, alguns tutores adiam as visitas ao médico-veterinário por conta do receio do estresse causado no gato. Mudanças de comportamento, mesmo que mínimas, podem ser os primeiros sinais de algum problema mais profundo. Por isso, o tutor tem papel fundamental no cuidado da saúde do seu pet.

Pensando na conscientização sobre o tema, a Royal Canin lança a campanha #MeuGatoNoVet e traz uma série de orientações para facilitar a ida às consultas de rotina, com dicas para o transporte adequado do pet, que evita tensões e prioriza o bem-estar do bichano.

Além disso, a página Meu Gato no Vet também ajuda o tutor a encontrar uma clínica cat-friendly. Esse conceito de clínicas especializadas para atendimento de felinos e com selo Cat Friendly Practice concentram esforços para que os gatos passem menos estresse durante os atendimentos com salas de espera, consultório e área de internação dedicados exclusivamente para eles, além de um sólido conhecimento na espécie e uma equipe médica e técnica especializada em felinos.

É preciso deixar a caixa de transporte o mais familiar e confortável possível com cobertores macios (Foto: reprodução)

Confira abaixo as 10 dicas da médica-veterinária e gerente de Comunicação Científica da Royal Canin, Natália Lopes, para um passeio de carro tranquilo com os gatos:

1. Nunca leve o gato solto no carro. Existem dispositivos de segurança para gatos e cães que são imprescindíveis como as caixas e bolsas de transporte.

2. Escolha uma caixa, bolsa ou gaiola de transporte resistente. O ideal é que tenha abertura na parte de cima e na frente. Se a parte de cima for totalmente removível, permitirá que o gato seja examinado sem ter de sair da caixa, por exemplo.

3. Deixe a caixa de transporte fazer parte da casa, assim, o gato poderá vê-la e avaliá-la como parte da mobília e isso se tornará familiar para ele.

4. Deixe a caixa de transporte o mais familiar e confortável possível com cobertores macios. Desta forma os gatos tendem a entender melhor que não vão passar apuros.

5. Busque o felino dentro de casa horas antes de sair e o convide para entrar sozinho na caixa de transporte e acostumá-lo à situação que irá ocorrer mais tarde.

6. Para o deslocamento casa-carro/ carro-clínica e vice-versa, evite sacudir a caixa de transporte, encostar a caixa na parede ou portas ou colocá-la no chão de forma abrupta para não assustar o pet. Lembre-se que o campo de visão dele está limitado à portinha da caixa, e o ambiente externo confere odores desconhecidos até então.

7. Em viagens longas não esqueça de levar água e o alimento Royal Canin do seu pet para mantê-lo calmo. Consulte o seu médico-veterinário para orientações sobre viagens.

8. Também leve outros itens com odor familiar, como os brinquedos favoritos. O uso de feromônios sintéticos podem ajudar.

9. Em percursos mais longos, faça pausas estratégicas para que o pet possa esvaziar a bexiga e se distrair. Mas dê preferência para locais calmos para o pet não ficar assustado

10. Entenda o efeito que sua própria ansiedade ou estresse pode exercer sobre seu pet, por isso, mantenha a calma e permaneça positivo. Converse com seu pet em voz baixa e calma, prossiga no ritmo dele, fique atento a reação dele e use recompensas que incentivem os comportamentos desejados (alimentos e brinquedos por exemplo).

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Médica-veterinária fala sobre alguns pontos da alimentação natural crua

1º centro de castração gratuita entrará em funcionamento na zona sul de SP

Residentes da FMVZ-Unesp produzem vídeo e cartilha sobre leishmaniose e toxoplasmose

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamentos em transformação é tema de livro sobre relação com pets

confirmada feipet para setembro

Oficial: Feipet confirma data para sua oitava edição em setembro deste ano