in

Residentes da FMVZ-Unesp produzem vídeo e cartilha sobre leishmaniose e toxoplasmose

Ideia surgiu na disciplina de Saúde Pública Individual e Coletiva para o SUS, do professor Cassiano Victória

Já estão disponíveis a todos os interessados, uma cartilha sobre toxoplasmose e um vídeo sobre leishmaniose realizados por residentes da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade Estadual Paulista (FMVZ-Unesp, câmpus de Botucatu-SP) das áreas de Enfermidades Infecciosas dos Animais e de Zoonoses.

A ideia surgiu a partir da proposta do professor Cassiano Victória em sua disciplina de Saúde Pública Individual e Coletiva para o SUS, ministrada aos residentes. Durante as atividades da disciplina, surgiu a proposta de diferentes grupos desenvolverem atividades relacionadas à Saúde Pública de acordo com as atividades desenvolvidas diariamente em seus setores de atuação.

“Em nosso projeto, desenvolvemos um vídeo educativo a respeito da leishmaniose, uma importante zoonose, muito atendida por nós na rotina hospitalar, e uma cartilha eletrônica esclarecendo a respeito de toxoplasmose voltada ao público adulto, principalmente gestante, com intuito de conscientizar e reduzir o abandono desses animais por medo de contaminação durante uma gestação”, conta o residente da área de Enfermidades Infecciosas dos Animais, da FMVZ, Thiago Tourinho Pereira.

Durante as atividades da disciplina, surgiu a proposta de diferentes grupos desenvolverem atividades relacionadas à Saúde Pública (Foto: reprodução)

O vídeo sobre a Leishmaniose Visceral, uma importante zoonose transmitida por meio do vetor flebótomo Lutzomyia longipalpis, foi produzido sob a supervisão do professor Felipe Fornazari. Sua realização visa alertar a população de todas as idades sobre a doença, cujo número de atendimentos tem crescido no Hospital Veterinário da FMVZ-Unesp têm crescido, principalmente, em razão de cidades vizinhas a Botucatu terem se tornado endêmicas para a doença.

Já a cartilha sobre a toxoplasmose foi desenvolvida pensando em informar, principalmente, a população adulta a respeito da doença. “Nosso objetivo foi tentar desmistificar o papel do gato, que, muitas vezes, é visto como vilão nesta doença, sendo que é muito mais fácil adquirir a doença consumindo algum alimento contaminado ou mal lavado”, explica Pereira.

A ideia dos realizadores é disponibilizar tanto a cartilha como o vídeo de maneira eletrônica em sites e redes sociais. Os materiais já foram compartilhados nas redes sociais do Grupo de Estudos de Moléstias Infecciosas (GEMI), da FMVZ-Unesp.

Confira a cartilha sobre toxoplasmose aqui. 

Confira o vídeo educativo sobre leishmaniose visceral aqui.

Fonte: FMVZ-Unesp, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Fim da reprodução de braquicefálicos: será, de fato, possível esse marco na Veterinária?

Felinos: Associação americana atualiza diretrizes para cuidados com gatos geriátricos

Médicos-veterinários têm papel fundamental na prevenção de novas pandemias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

collab Maria Filó e Ampara Animal

Maria Filó lança collab de camisetas com a Ampara Animal para celebrar Dia do Amigo

Médica-veterinária fala sobre alguns pontos da alimentação natural crua