in

Terapia assistida por animais auxilia no combate à solidão de idosos

Escola de Medicina da Virginia Commonwealth University conta com apoio da Mars Petcare

A cinoterapia é um método terapêutico que se baseia na interação com cães para melhorar ou desenvolver o funcionamento cognitivo, emocional ou fisiológico. No cenário pandêmico, ação ganhou ainda mais destaque, como também um novo estudo.

Por acreditar que os animais de companhia podem desempenhar um papel importante no tratamento de questões relacionadas à solidão dos seres humanos, a Mars Petcare apoiou estudo científico sobre terapia com cães no Centro de Interação Humano-Animal da Escola de Medicina da Virginia Commonwealth University (VCU). Iniciativa explora como a ação pode ajudar a reduzir a solidão e, potencialmente, influenciar resultados positivos de saúde para pacientes hospitalares idosos.

“Nós acreditamos nos benefícios do contato humano-animal e, com este estudo, esperamos mostrar, mais uma vez, o efeito positivo que as visitas de cães terapeutas podem ter sobre os pacientes, sem depender de evidências anedóticas ou resultados correlacionais. Estamos realmente elevando o nível”, conta a especialista em interação humano-animal Nancy Gee, Ph.D., Virginia Commonwealth University.

A equipe responsável pelas pesquisas analisou pacientes que tiveram terapia com cães da Dogs on Call e, em seguida, comparou os resultados com pacientes que interagiram apenas com terapeutas humanos sem o auxílio de um animal. Os resultados dos idosos que tiveram contato com animais apontaram benefícios para o bem-estar mental e físico dos pacientes. Outros estudos descobriram que a convivência com um pet pode ajudar estudantes universitários, veteranos militares e outros adultos a gerenciarem melhor o estresse e a ansiedade, ajudando inclusive a superar traumas.

“A Mars Petcare está sempre trabalhando para garantir que os cães também se beneficiem da experiência do contato com humanos e que se sintam confortáveis com o ambiente. Por isso, durante as pesquisas, todos os cães usaram um Whistle FIT™ – rastreador de saúde e atividade para registrar mudanças no comportamento. As informações dos dispositivos, contam com outras medidas como níveis de estresse e bem-estar e contribuirão também, futuramente, com novas pesquisas sobre a saúde e o bem-estar dos cães” afirma a marca.

Fonte: AI, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Médica-veterinária fala sobre alguns pontos da alimentação natural crua

1º centro de castração gratuita entrará em funcionamento na zona sul de SP

Residentes da FMVZ-Unesp produzem vídeo e cartilha sobre leishmaniose e toxoplasmose

(Foto: reprodução)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

REPRODUÇÃO

Carcinoma exige atenção redobrada de tutores e preparo de veterinários

rep

NOSEiD: aplicativo norte-americano visa facilitar encontro de cães perdidos