in

Zoológico de BH atua na reabilitação de animais para soltura na natureza

Recentemente, a instituição recebeu um Lobo-guará resgatado pela Polícia Militar Ambiental

O Zoológico de Belo Horizonte desempenha um importante papel não apenas em relação aos animais que estão sob seus cuidados, mas, também, auxiliando em projetos de reabilitação e soltura de espécies em seu ambiente de origem. Recentemente, a instituição recebeu um Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus), resgatado pela Polícia Militar Ambiental. 
 
O animal, macho e subadulto, apresentava sinais de atropelamento e foi encaminhado para uma clínica veterinária, onde recebeu os primeiros procedimentos, passando por exames clínicos completos, cirurgia ortopédica e foi vacinado. Já em bom estado de saúde e constatada sua rápida recuperação pós-cirúrgica, o lobo necessitava, ainda, de um ambiente favorável à sua reabilitação, com o objetivo de fortalecer os membros operados. 
 

Lobo-guará
O Lobo-guará é um animal típico do Cerrado e o maior canídeo da América do Sul. Sua pelagem laranja-avermelhada o torna um dos mais belos animais brasileiros (Foto: Reprodução)

Assim se deu sua chegada ao Zoológico de BH, onde uma equipe multidisciplinar tem prestado atendimento médico-veterinário, acompanhando toda a evolução. Os cuidados são diários e os estímulos pensados de forma a garantir o seu bem-estar, assim como torná-lo mais seguro e preparado para que possa ser solto novamente na natureza, preferencialmente na região onde foi resgatado. 

Sobre a espécie de Lobo-guará 

O Lobo-guará é um animal típico do Cerrado e o maior canídeo da América do Sul. Sua pelagem laranja-avermelhada o torna um dos mais belos animais brasileiros. É avistado normalmente circulando por áreas abertas, nos fins de tarde e durante a noite. No seu trajeto, costuma cruzar estradas, quando muitas vezes é atropelado. A fragmentação dos remanescentes de Cerrado faz com que deixe seus refúgios de matas para se alimentar e reproduzir, tornando-se vítima de atropelamentos e da caça predatória. A espécie é considerada na categoria de ameaça “Vulnerável”, pelo Instituto Chico Mendes de Conservação de Biodiversidade (ICMBio). 

Conscientização e responsabilidade nas estradas 

O lobo-guará e vários outros animais selvagens são atropelados e mortos nas rodovias em todo o país. Segundo estimativas do Centro Brasileiro de Ecologia de Estradas (CBEE), da Universidade Federal de Lavras, todos os anos são mais de 475 milhões. O Zoo de BH participa da campanha nacional “Ajudar é o Bicho”, que chama a atenção para essa realidade tão cruel.  

O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da responsabilidade no trânsito e como isso afeta o número de animais mortos nas estradas. Todas as informações estão disponíveis na página oficial da campanha. 

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM: 

Docentes e alunos de Veterinária do Ceunsp realizam projeto CED com gatos ferais

Levantamento do Instituto Pet Brasil indica que mercado pet teve alta de 14% em 2022

Veterinária explica a ocorrência de hiperplasias mamárias em gatas castradas 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

iguana

Palestra aborda importância da Responsabilidade Técnica na clínica de animais silvestres

hamster

Pacientes com varíola devem evitar contato com alguns animais de estimação