in

84% dos tutores de gatos consideram o veterinário como principal fonte de informação

Neste cenário, Royal Canin realiza a terceira edição da campanha Meu Gato no Vet

Em contínua ascensão, o gato segue trilhando caminhos para se tornar o pet favorito dos brasileiros. Pensando nisso, a Royal Canin realiza a terceira edição da campanha Meu Gato no Vet, com o objetivo de conscientizar os tutores sobre a importância da saúde preventiva dos felinos.

De acordo com a empresa, antenada às tendências digitais, a ação intitulada “Quem Cuida da Saúde do Meu Gato” promoverá conversas em um ambiente 100% on-line, gerando experiências e conteúdo para cuidadores e médicos-veterinários.

Vacina para gatos: importância e quando aplicar - Matsuda Pet
É o terceiro ano consecutivo que a empresa investe em uma iniciativa global voltada para felinos no Brasil (Foto: reprodução)

“Tudo o que fazemos é motivado pelo nosso desejo de oferecer saúde e bem-estar aos pets. Os gatos, geralmente, não demonstram sintomas perceptíveis para o tutor nas fases iniciais das doenças e esse fator, associado ao escasso conhecimento das particularidades da espécie e os mitos que a cercam, fazem com que muitos tutores pensem que seus gatos não precisam de cuidados específicos com a saúde, acarretando uma frequência baixa ou tardia de visitas ao Médico-Veterinário. Por isso, estamos muito felizes em trazer a terceira edição da iniciativa global Meu Gato no Vet para propagar mensagens sobre a necessidade de realizar check-ups regulares nos felinos”, conta o diretor de Marketing da Royal Canin Brasil, Carlos Martella

Pesquisas:

Segundo levantamento realizado pela empresa durante a pandemia, houve um aumento de 30% de gatos nos lares brasileiros – 16% são tutores de primeira viagem e a previsão é que em menos de 10 anos os gatos sejam os pets predominantes no País.

Em países como Estados Unidos e Rússia tal cenário já é realidade. Por isso, com muitos novos tutores de felinos, a empresa voltou seu olhar para desenvolver conteúdos educacionais e gratuitos que fortalecem a necessidade do cuidado animal e a saúde preventiva. “À medida que o número de felinos aumenta nos lares brasileiros, nossa necessidade de dialogar com gateiros cresce, já que nossa missão é promover Saúde Através da Nutrição aos pets, assim como compartilhar conhecimento”, completa Martella.

Uma outra pesquisa, também realizada pela marca, identificou que 84% dos gateiros consideram os Médicos-Veterinários a principal fonte de informação. Isso mostra o quanto os tutores entendem a importância desses profissionais na vida dos pets. Porém, quando o assunto é levar o gato ao Médico-Veterinário, 42% desses cuidadores adiam a visita para evitar estresse ou por não identificarem sintomas de que algo não vai bem com a saúde do animal.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Cães&Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Fim da reprodução de braquicefálicos: será, de fato, possível esse marco na Veterinária?

Felinos: Associação americana atualiza diretrizes para cuidados com gatos geriátricos

Monitoramento nutricional como parte do manejo da saúde do gato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

york

Centro de inovação da Hill’s foca nas necessidades nutricionais de cães de pequeno porte

relação humano-animal

Cães e gatos contribuem positivamente para a saúde mental dos humanos