in

Carcinoma exige atenção redobrada de tutores e preparo de veterinários

Problema necessita de tratamento precoce para a metástase não ocorrer

Lidar com o câncer não é uma tarefa fácil, no caso do carcinoma de células escamosas, por exemplo, o tutor pode, a princípio, pensar que é apenas uma ferida que facilmente irá curar. Por isso, é importante que seja bem-informado para descobrir o problema precocemente e que o clínico esteja bem-preparado para lidar com o problema.

De acordo com o médico-veterinário, mestre em Cirurgia, doutor em Oncologia e professor de pós-graduação das disciplinas de Oncologia Clínica e Cirúrgica de Cães e Gatos, Bruno de Túlio Augusto Roque Lima, o termo carcinoma se refere a uma neoplasia de origem epitelial. “Onde encontramos esse tipo de tecido? Nos tecidos glandulares e de revestimento. Tecido de revestimento é encontrado no trato gastrointestinal, desde a boca até a ampola retal e na pele. Particularmente, falando do carcinoma de células escamosas, ele recebe esse nome porque representa os tumores que crescem a partir do epitélio estratificado queratinizado, que é o epitélio que reveste a pele. Também pode ser chamado de carcinoma espinocelular ou carcinoma epidermóide”, diz.

Como ainda explica o profissional, em geral, os carcinomas espinocelulares são caracterizados por feridas nodulares. “A neoplasia se inicia em uma ferida nodular, que não é rasa, e não melhora com antibiótico nem anti-inflamatório, ela vai evoluindo. Causa desconforto à medida que a ferida infecciona, úlcera e causa dor e inflamação. Além disso, por se tratar de um câncer, a doença, se não manejada no seu início, avança e atinge outras partes do corpo; linfonodos adjacentes e metástase a distância podem acontecer, e o foco pode se direcionar para qualquer parte do corpo. Na doença metastática, o câncer consegue atingir qualquer tecido”.

Leia a reportagem completa. Clique aqui.

Fonte: Redação Cães&Gatos VET FOOD. 

LEIA TAMBÉM:

Fim da reprodução de braquicefálicos: será, de fato, possível esse marco na Veterinária?

Felinos: Associação americana atualiza diretrizes para cuidados com gatos geriátricos

Médicos-veterinários têm papel fundamental na prevenção de novas pandemias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

documento mostra etapas da eutanásia em gatos

Documento lançado pela AAFP aborda a eutanásia em gatos e mostra cada etapa do processo

Terapia assistida por animais auxilia no combate à solidão de idosos