Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Carnaval com pet: como viajar em segurança?

Ao decidir levar o cãozinho, não altere a rotina alimentar dele
Por Equipe Cães&Gatos
young caucasian woman with her poodle dog in a car. Travel concept. Lifestyle and pets
Por Equipe Cães&Gatos

O Carnaval está chegando e, para muitos, é hora de aproveitar os dias de folga para fazer uma viagem e relaxar. A diversão e o roteiro podem ficar ainda melhores se contarem também com a companhia dos pets, que são inseparáveis para muitas famílias.

Ao decidir levar o cãozinho, é importante lembrar que não basta colocar todo mundo no carro e cair na estrada! Tirá-lo do ambiente em que está acostumado e da sua rotina requer alguns cuidados para garantir uma viagem tranquila para todos. Entre eles, a alimentação e a hidratação merecem atenção especial, já que estamos no período mais quente do ano e grande parte dos viajantes quer aproveitar os dias de calor nas regiões litorâneas.

O médico-veterinário Gustavo Quirino, que atua na capacitação técnica de nutrição de cães e gatos na Adimax, orienta os tutores: “Durante as viagens, é importante não alterar a rotina alimentar do animal, a fim de evitar episódios de diarreia, vômito, ou até rejeição, por exemplo”. 

Jack Russell terrier dog eat meal from a table
Alimentação e a hidratação merecem atenção especial, já que estamos no período mais quente do ano (Foto: reprodução)

Para que todos aproveitem ao máximo sua viagem, inclusive os animais, Gustavo dá algumas dicas:

  • evite situações de estresse para você e seu cão: verifique antecipadamente se os lugares que planeja visitar permitem a entrada de animais e são adequados para o seu pet, a depender do temperamento e comportamento do animal;
  • em um primeiro momento, a mudança de rotina e lugar pode deixar o pet estressado. Para facilitar a adaptação ao novo ambiente, leve acessórios como comedouro, bebedouro, brinquedos e caminha que ele já está acostumado;
  • leve o alimento que o animal consome em quantidade suficiente para os dias de viagem. Evite imprevistos: não conte com a possibilidade de encontrar o alimento habitual da mesma marca e tipo no destino;
  • a ração é a opção mais prática para ser levada em viagens, pois além de ser um alimento completo e balanceado, que tem todos os nutrientes que o animal precisa na proporção adequada, já vem pronto para ser servido. Existem, inclusive, opções de embalagens fracionadas, que além de ajudar a conservar melhor o alimento, são super práticas para serem transportadas;
  • os cuidados em relação à conservação do alimento, tanto o armazenado quanto o que ficará disponível no comedouro, devem ser redobrados, pois nessa temporada, além da alta temperatura e umidade, ocorre maior proliferação de insetos transmissores de doenças, como moscas, formigas e baratas, e outras pragas que contaminam os alimentos e que são atraídos pela ração;
  • Vale destacar que o calor pode levar à diminuição do apetite, portanto, procure reorganizar os horários de alimentação para os períodos mais frescos do dia (manhã e noite);
  • ofereça água limpa e fresca à vontade ao animal, principalmente agora no verão. Uma dica extra é adicionar pedras de gelo no bebedouro para estimular ainda mais que o pet beba água;
  • deixe os passeios e as brincadeiras para os horários mais frescos do dia, quando o sol não está muito forte. O chão quente pode queimar as patas do animal e o calor excessivo levar à desidratação severa;
  • antes de viajar, o check-up com médico-veterinário é essencial para verificar se está tudo bem com o pet;
  • Outro cuidado importante é manter a carteirinha de vacinação atualizada e nunca esquecer de levá-la, pois algumas regiões e hotéis podem exigir essa documentação;
  • em caso de viagem de avião, verifique previamente as normas da companhia aérea para o embarque do animal.

Fonte: Adimax, adaptado pela equipe Cães e Gatos VET FOOD.

LEIA TAMBÉM:

Cães-guia também participam do carnaval

O desafio de deixar o cachorro sozinho em casa

Qual era o papel dos cachorros na era medieval?

NewsLetter

Cadastre-se agora e receba nossos boletins e atualizações em seu email. 

Integração
Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!