Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Inovação e Mercado

CFMV articula alternativas para ampliar acesso da população a serviços médicos-veterinários

Órgão tem atuado ativamente pela criação de novas políticas públicas para o setor
Por Equipe Cães&Gatos
cachorro e veterinário
Por Equipe Cães&Gatos

Pesquisa recente sobre o mercado pet no Brasil, segundo a qual a maior parte dos tutores recorre a médicos-veterinários particulares, reflete a demanda da sociedade por uma rede de saúde estruturada para o atendimento de animais de estimação. O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) ressaltou que, atualmente, o país necessita de políticas públicas robustas e acessíveis que possam atender a busca crescente por serviços veterinários, criando alternativas viáveis e acessíveis para garantir a saúde e o bem-estar de seus pets, que englobem tanto o setor público quanto o privado.

- PUBLICIDADE -
O CFMV tem buscado junto a diversos órgãos públicos ações que possam melhorar o cenário para os profissionais atuantes (Foto: Reprodução)

Neste cenário, muito diferente das políticas para a saúde humana, na área veterinária e em especial no que diz respeito aos pets, praticamente inexistem recursos públicos e tampouco incentivos fiscais para facilitar o acesso da população menos favorecida a serviços veterinários essenciais.

Ainda na área tributária observamos um aumento de impostos e na parte regulatória uma grande negligência por parte dos órgãos competentes. Portanto, o CFMV reiterou que tem trabalhado ativamente em articulações institucionais com o Congresso Nacional e com diversos ministérios do governo federal, buscando alternativas para ampliar o acesso da população aos serviços veterinários.

Iniciativas do CFMV

Uma dessas iniciativas recentes é o pedido de retificação da tributação dos serviços médicos-veterinários junto à Câmara dos Deputados, com o objetivo de reduzir os encargos e, consequentemente, os custos para os tutores. Em junho, foi enviado um documento ao Grupo de Trabalho sobre o Sistema Tributário Nacional, no Congresso, argumentando que possíveis mudanças na tributação vão impactar negativamente o acesso aos cuidados veterinários, especialmente para famílias das classes C, D e E. Além disso, pediram a inclusão do setor na redução de alíquota de 60%, com a devida equiparação aos serviços de saúde humana descritos no Projeto de Lei Complementar nº 68/2024 em análise pelo grupo de trabalho.

A criação de políticas públicas são fundamentais neste momento para os veterinários, de acordo com o CFMV (Foto: Reprodução)

Junto ao Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, o CFMV debate a atuação dos médicos-veterinários em desastres em massa e colabora para o desenvolvimento de uma política nacional de manejo ético populacional de cães e gatos.

No Ministério da Agricultura e Pecuária e na Anvisa, colabora para a regulação do comércio de produtos de uso veterinário e procura facilitar o acesso de medicamentos para estabelecimentos veterinários que atualmente têm uma série de restrições tanto para aquisição quanto para a prescrição e uso de algumas substâncias essenciais para o atendimento à saúde dos pets.

Investimento profissional

A manutenção da rede privada de saúde veterinária, que atualmente é a principal opção disponível para a população, envolve altos investimentos em tecnologia, infraestrutura, medicamentos, insumos e capacitação profissional. Estes fatores contribuem significativamente para os custos dos serviços prestados. Portanto, é essencial que a população compreenda o que está por trás dos custos dos serviços veterinários. Os profissionais da medicina veterinária são sensíveis à situação econômica da maior parte da população brasileira e gostariam, inclusive, de ampliar o atendimento, mas o contexto traz consigo o risco de falência.

Fonte: CFMV, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Conheça dicas para evitar doenças gastrointestinais em pets
Estudo alerta sobre os riscos de tratar problemas de mobilidade tardiamente
Castrações representam 43% dos processos éticos, mostra levantamento do CRMV-SP

Compartilhe este artigo agora no