Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Pets e Curiosidades

Conheça algumas diferenças entre gatos machos e fêmeas

Mesmo com comportamentos semelhantes, os felinos apresentam características diferentes entre os sexos e isso pode te ajudar na hora de adotar um novo pet
Por Equipe Cães&Gatos
gatos deitados
Por Equipe Cães&Gatos

Os gatos machos e fêmeas têm inúmeras semelhanças nas necessidades básicas, como cuidados de higiene, alimentação e atividade física. No entanto, as diferenças biológicas e comportamentais desempenham um papel significativo em como eles interagem com o ambiente ao seu redor, outros animais e humanos.  

- PUBLICIDADE -

Nesse sentido, é crucial entender essas distinções a fim de proporcionar um ambiente confortável e interessante para o felino, de modo que atenda às suas necessidades. Por isso, a seguir, confira oito diferenças entre gatos machos e fêmeas!  

Normalmente, as fêmeas são mais sociais e amigáveis do que os machos (Foto: Reprodução)

1. Tamanho e peso 

Gatos machos geralmente são maiores e mais pesados do que as fêmeas. Isso ocorre devido às diferenças hormonais. Normalmente, eles têm uma estrutura corporal mais forte ao redor do pescoço e das bochechas. 

2. Comportamento territorial 

Os gatos machos têm uma tendência mais forte a marcar território, seja por meio da urina ou da arranhadura em objetos. Faz parte do seu instinto a demarcação de território e a competição pelas fêmeas. 

3. Vocalização 

As fêmeas costumam ser mais vocais do que os machos, principalmente durante o período do cio. Além disso, elas podem miar mais frequentemente para chamar a atenção dos machos ou expressar desconforto. 

4. Comportamento durante o cio 

Fêmeas não castradas passam por ciclos de cio e, por causa disso, podem se tornar mais agitadas, precisando de atenção extra e exibindo comportamentos de acasalamento. Os machos, por sua vez, podem demonstrar maior agitação e desejo de sair de casa para procurar uma fêmea no cio. 

As fêmeas costumam assumir o papel principal no cuidado com os filhotes (Foto: Reprodução)

5. Comportamento social 

Normalmente, as fêmeas são mais sociais e amigáveis do que os machos, tanto com outros gatos quanto com humanos. Por causa disso, são muitas vezes consideradas mais amorosas e inclinadas à busca de proximidade e interação. 

6. Tolerância com outros gatos 

As fêmeas são mais tolerantes com outros felinos em casa do que os machos. Isso pode resultar em uma dinâmica mais harmoniosa em lares com múltiplos bichanos, embora haja variações individuais em cada gato. 

7. Habilidade de caça 

Apesar de ambos serem ótimos caçadores, os machos têm uma tendência ligeiramente maior de sair sozinho para caçar, principalmente no meio da noite. Isso porque ele tem o instinto de prover para sua família – seja ela humana ou felina. 

8. Cuidado com filhotes 

Enquanto as fêmeas costumam assumir o papel principal no cuidado com os filhotes, os machos também podem se mostrar protetores e carinhosos, especialmente se forem castrados e não estiverem competindo por território ou parceiras. 

Fonte: Portal EdiCase, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Com quantos meses pode dar banho no cachorro? Veja dicas
Saiba como escolher a ração ideal para seu cachorro
Como manter a saúde e o bem-estar dos cães e gatos idosos?

Compartilhe este artigo agora no