Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Veterinária aborda os desafios do cuidado da pele de animais de estimação

O surgimento de doenças dermatológicas podem indicar uma deficiência no sistema imune dos pets
Por Equipe Cães&Gatos
cachorro
Por Equipe Cães&Gatos

A dermatite atópica mais frequente em cães é uma condição de pele crônica e de origem genética. Os tutores ficam extremamente preocupados quando seus animais de estimação apresentam algum sintoma. “E devem ficar mesmo!”, alerta a médica-veterinária Mariana Raposo, gerente da Avert Biolab Saúde Animal. “A dermatite atópica afeta a qualidade de vida dos cães. De origem genética, essa condição tem tratamento complexo, sendo preciso cuidar tanto da pele quanto do sistema imunológico”, explica a especialista.

- PUBLICIDADE -

Por isso, os tutores precisam ter atenção a determinados sintomas, como coceira, vermelhidão da pele, queda de pelos, descamação e lambidas excessivas. Os fatores que desencadeiam o quadro inflamatório são multifatoriais, incluindo alteração de ambiente, mudanças climáticas, estresse e imunossupressão, ou seja, queda da imunidade.

A dermatite atópica mais frequente em cães é uma condição de pele crônica e de origem genética (Foto: Reprodução)

O surgimento de doenças de pele é o primeiro sinal de que o sistema imune do animal não está produzindo uma resposta imunológica adequada. Por isso, apenas o uso de shampoos e cremes não é suficiente. Dieta equilibrada, rica em proteínas, vitaminas e minerais é fundamental para manter a imunidade dos pets em dia. Além disso, estudos recentes mostram que a suplementação com betaglucanas – compostos encontrados na parede celular de leveduras, fungos, bactérias e grãos também estimula a rápida resposta imune de cães e gatos.

A Euglena gracilis é uma betaglucana, nutriente que atua no suporte ao sistema imunológico para pele de cães e gatos. É importante ressaltar que as betaglucanas não são degradadas durante o processo digestivo, estimulam e contribuem para a qualidade de vida e bem-estar dos nossos pets.

REFOS DERME, da Avert Saúde Animal, é um exemplo do avanço tecnológico e investimento em produtos inovadores para garantir, por meio da suplementação alimentar, bem-estar aos nossos animais. Com uma uma formulação exclusiva, é o único suplemento do mercado composto por extrato de Euglena gracilis, indicado para o suporte ao sistema imunológico para pele de cães e gatos de qualquer idade. Além disso, o produto é palatável, o que facilita a aceitação do animal e a sua administração”, destaca Mariana.

Os tutores devem sempre ficarem atentos e procurar um veterinário se necessário (Foto: Reprodução)

Identificar as causas da dermatite é o primeiro passo de um longo processo. O uso de medicamentos tópicos associado com a suplementação alimentar, são importantes aliados à qualidade de vida do animal, mas o tutor também precisa cuidar da higiene do ambiente onde o animal vive, controlando a proliferação dos agentes alérgenos, pulgas e carrapatos. A dermatite é uma condição crônica sem cura, mas tomando as medidas necessárias é possível garantir que os pets tenham vida longa, saudável e cheia de energia.

Consulte sempre um veterinário. O especialista recomendará o melhor tratamento para o seu pet, que deve incluir ativos imunomoduladores, essenciais para fortalecer o sistema imune. Essa prática contribui não apenas para o tratamento, mas também para a prevenção de futuras crises.

Fonte: Avert Saúde Animal, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Hora de viajar? Saiba como pegar a estrada com o seu pet
Conheça mitos e verdades sobre problemas articulares nos pets
Você sabe como socorrer seu pet? Veterinária dá algumas dicas sobre como agir em situações de emergência

Compartilhe este artigo agora no