Buscar na cães e gatos

Pesquisar
Close this search box.
- PUBLICIDADE -
Marketing e Produtos

Entenda a importância da doação de sangue entre pets

Além de atender aos pré-requisitos e passar por exames hematológicos e físicos, as doações são realizadas somente com a autorização dos tutores
Por Equipe Cães&Gatos
cachorro sangue
Por Equipe Cães&Gatos

A doação de sangue entre pets é um tema pouco conhecido, mas essencial para salvar vidas, assim como entre humanos. A falta de esclarecimento sobre este assunto representa um desafio para os médicos-veterinários, que muitas vezes têm dificuldade em encontrar doadores suficientes para atender à demanda. Durante a campanha nacional ‘Junho Vermelho’, que visa conscientizar sobre a doação de sangue humano, a Special Dog Company, empresa de nutrição animal, destaca a importância da doação de sangue para cães e gatos.

- PUBLICIDADE -

Desde 2018, a empresa promove o programa Doe Amor, que conscientiza sobre a importância da doação de sangue para pets e apoia hemocentros veterinários na atração e fidelização de doadores. O programa tem parceria com mais de 50 bancos de sangue veterinários, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Goiás, Alagoas e Sergipe, beneficiando mais de 120 mil animais desde 2021. Kelly Carreiro, médica-veterinária da Special Dog Company, destaca o compromisso da companhia em aumentar o número de animais assistidos para 180 mil até 2025.

Cães e gatos possuem diferentes tipos de sangue, e a compatibilidade é essencial para uma transfusão segura (Foto: Reprodução)

“A doação de sangue é fundamental para salvar a vida de muitos pets que necessitam desse procedimento para a sua recuperação, porém o número de pets doadores tem sido um grande desafio enfrentado pelos bancos de sangue veterinários. Por isso, o programa Doe Amor busca informar os tutores sobre a causa e como eles podem contribuir para que seu cão ou gato seja um salva-vidas no mundo animal,” afirma a especialista.

Como Funciona a Doação de Sangue em Cães e Gatos

A doação de sangue em cães e gatos segue critérios específicos para garantir a segurança e o bem-estar dos animais. Cães aptos para doação devem ter entre 1 e 7 anos de idade, pesar no mínimo 25 kg, ser vacinado e desparasitado. Gatos, por sua vez, também devem ter entre 1 e 7 anos, pesar mais de 4 kg, ser vacinado, desparasitado, além de não ter recebido transfusão recentemente. Antes da doação, os animais passam por exames hematológicos e físicos detalhados para assegurar que estão saudáveis e em condições ideais para doar sangue. Esses exames não apenas garantem a aptidão para a doação, mas também ajudam os tutores a monitorarem a saúde de seus pets de maneira regular. O procedimento de coleta é rápido e seguro, e podem se repetir a cada três meses.

A terapia transfusional é indicada principalmente para:

  • Anemias profundas
  • Cirurgias complexas
  • Hemorragias
  • Intoxicações
  • Acidentes ofídicos
  • Coagulopatias
  • Hipoproteinemias 

Tipagem Sanguínea e Grupos

Cães e gatos possuem diferentes tipos de sangue, e a compatibilidade é essencial para uma transfusão segura. Os cães têm diversos grupos sanguíneos, com o doador universal canino positivo sendo do tipo DEA 4 e o negativo para todos os outros grupos. Já os gatos não possuem grupo de doador universal, pois todos têm anticorpos contra o antígeno que não possuem. Por isso, é importante ter conhecimento do tipo de sangue do gato e do receptor.

Doar sangue é um ato nobre que transcende espécies, revelando a generosidade e o amor dos pets. Ao se tornarem doadores, eles se tornam heróis, salvando vidas e trazendo esperança a outros animais em necessidade. Cada gota de sangue doada oferece uma nova oportunidade para aqueles em momentos críticos, mostrando que, mesmo sem palavras, os companheiros de quatro patas podem compartilhar o gesto mais puro de amor.

Fonte: Special Dog Company, adaptado pela Equipe Cães e Gatos.

LEIA TAMBÉM:
Quantas vezes por dia os cães devem comer?
Cigarros eletrônicos podem ser perigosos para os pets
Pet doador de sangue? Veterinária esclarece dúvidas sobre o procedimento

Compartilhe este artigo agora no